19 / 01 / 2021 - 08h49
Aulas nas escolas particulares retornam sob o risco de nova suspensão em Teresina

As aulas nas escolas particulares de Teresina iniciaram nesta segunda-feira (18) e já correm o risco de serem suspensas. A informação de que o Centro de Operações 
Emergenciais (COE) iria sugerir ao Governo do Estado o adiamento das aulas apenas para o dia 15 de fevereiro movimentou os proprietários de escola e os pais de alunos que defendem a continuidade do calendário escolar. 

O COE iria se reunir nesta segunda, dia em que o Governo do Estado lança a vacinação contra a Covid-19 no Piauí, mas a reunião foi adiada.  É comum o COE se reunir às segundas-feiras para avaliar a situação da pandemia no estado. 

O presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Piauí (Sinepe/PI), professor Marcelo Siqueira, afirma que a entidade defende que o protocolo inicial do ano letivo seja mantido. 

Nesta terça-feira (19), por volta das 10 horas, os representantes do Sinepe, os professores e os pais de alunos irão se reunião com os membros do Ministério Público do Piauí (MPPI) e da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Piauí (OAB/PI) para discutir a situação. 

Algumas escolas já iniciaram o ano letivo 2021 nesta segunda (18), mas o retorno das demais acontecerá gradualmente até o final do mês de janeiro, obedecendo o calendário escolar adotado por cada unidade escolar. 

“Nós queremos que seja mantido o protocolo inicial e que não haja uma nova suspensão das aulas. As escolas estão se unindo para que não ocorra essa suspensão. Nós recebemos essa informação extraoficialmente, de que o Governo do Estado iria adiar para o dia 15 de fevereiro. Houve uma mobilização das escolas, dos pais de alunos, no sentido contrário. Eles estão negando. Até agora o governador (Wellington Dias) não assinou essa orientação do COE para mudar”, diz o professor.

Pelo decreto estadual, as aulas em creches são 100% presencial e as demais séries estão na modalidade híbrida (no caso, parte presencial e parte virtual).

Fonte: Portal cidadeverde.com



Publicidade