06 / 01 / 2018 - as 10:03
JATOBÁ: Vice-prefeito esclarece sobre o pedido de cassação feito pelo vereador Branco
Em entrevista ao Jornal Regional da radio Meio Norte de Campo Maior, nessa tarde de sexta feira (5), o vice-prefeito Raimundo Nonato Gomes de Oliveira “Hilton Gomes” (PTC), de Jatobá do Piauí, esclarece sobre o pedido de cassação feito pelo o vereador Francisco Antônio de Oliveira “Branco Oliveira” (PTC). Os dois se elegeram na coligação “Quando o povo quer a mudança vem”.
 
De acordo com Hilton Gomes, não há nenhum motivo para o vereador chegar ao ponto de pedir a sua cassação. “Não cometi crime eleitoral, nem crime administrativo, nem um tipo de crime que possa ocasiona a cassação do vice-prefeito. O vereador se baseia na lei orgânica do município, que é igualmente verdade que ao prefeito ou vice-prefeito de desempenhar funções de administração em qualquer empresa privada. Só que no meu caso eu não desempenho nenhum tipo de função de administração, porque na verdade eu sou o dono, eu não sou contratado pela uma empresa, eu não tenho carteira assinada, eu não bato cartão, eu tiro o dia que eu quero com disponibilidade que for necessário em minhas obrigações politicas com a população de Jatobá”, disse.
 
Na oportunidade Hilton ainda falou que sempre se disponibilizou para os jatobaenses. “Vim até o meio de comunicação porque a população tem o direito de saber realmente o que está acontecendo. Repito não cometi crime algum para ser cassado”, afirmou.
Em sua fala o vice disse que isso tudo não passa de perseguição politica. “Isso me deixa de orelha em pé. O que mais me surpreende é o prefeito da base não me ligar para falar sobre o ocorrido, como fez vários amigos em solidariedade”, acrescentou.
 
Redação Portalfato


   



PUBLICIDADE