04 / 04 / 2018 - as 17:02
Mulher esfaqueada na Frei Serafim pede proteção a delegada Vilma Alves

A mulher que foi esfaqueada na avenida Frei Serafim pediu socorro nesta quarta-feira (4) a delegada Vilma Alves, titular da Delegacia da Mulher Centro. Ela foi informada que seu ex-marido vai ser solto pela justiça e  teme ser morta.

"Ele já avisou que se sair da prisão vai terminar o que começou, que vai me matar, matar meus filhos e netos, além de incendiar minha casa", disse Maria de Nazaré ao Cidadeverde.com. Ela faz um apelo para a justiça não soltar seu ex-marido Raimundo Alves dos Santos, 29 anos.  

No dia 9 de março, Maria de Nazaré de Sousa Pereira, 40 anos, foi esfaqueada enquanto entregava panfleto no cruzamento das avenidas Pires de Castro e Frei Serafim, no Centro de Teresina. Ele levou 10 golpes de facas. Uma delas foi tão profunda que a arma quebrou no corpo do vítima. 

A delegada Vilma Alves, que passava pelo local, flagrou a tentativa de homicídio e o prendeu imediatamente.

Maria de Nazaré ainda bastante abalada está com a mão enfaixada e  ameaçada de perder parte do movimento. Ela ainda tem curativo pelas costas, local das facadas. 

Se recuperando, ela está sem trabalhar e vive da ajuda de amigos e doações. 

Neste momento ela se encontra na Delegacia da Mulher do Centro.

Desabafo

A delegada Vilma Alves reforçou o pedido da vítima para que o agressor não seja solto.

"O preso já responde por um homicídio e se for solto reforça ainda mais a impunidade. É uma situação muito grave, a vítima está abalada emocionalmente, pensando até em ir embora, caso o agressor for solto", disse Vilma Alves.   

fonte; cidadeverde

 

 



   



PUBLICIDADE