08 / 06 / 2018 - as 11:56
Engenheiro é achado morto a facadas dentro de carro em obra no Recanto dos Pássaros
O engenheiro civil Domingos Sávio Galiza foi encontrado morto na manhã desta sexta-feira (8) dentro do próprio veículo, na zona sudeste de Teresina. O carro da vítima estava estacionado ao lado do stand de vendas do empreendimento imobiliário em que o engenheiro era responsável, no bairro Recanto dos Pássaros, na região do Deus Quer. 
 
De acordo a perícia, a vítima levou sete facadas. A possível arma do crime foi localizada no interior do veículo e nenhum pertence pessoal foi subtraído. 
O crime ocorreu por volta das 7 horas. O Cidadeverde.com recebeu a informação de que a vítima tinha visitado a obra, saiu para tomar um café em uma padaria e teria sofrido o atentado ao retornar a obra. 
 
Policiais do 8° Batalhão da Polícia Militar isolaram o local. A perícia criminal e a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) iniciaram a investigação.
 
O comandante do 8°BPM, major Wilton Sousa, informou que foram comunicados via 190. Ele informou que até o momento são poucas as informações do ocorrido e que não há suspeitos de quem praticaram o crime. O major relatou que alguns populares relataram que o carro chegou até o local “meio desgovernado”.
 
A vítima foi encontrada no banco do motorista caído para o lado do passageiro.
 
O delegado do caso, Jarbas Lima, relatou que as investigações iniciais apontam que o autor do crime estava dentro do veículo quando atingiu a vítima. Foram seis facadas no tórax e uma na região no pescoço. O delegado disse ainda já está colhendo informações sobre a relação da vítima com os funcionários da obra e se ele tinha alguma desavença.
 
Jarbas descartou uma tentativa de latrocínio, pois os objetos pessoais da vítima estavam com ele. "A gente pode precisar que tinha uma pessoa com ele dentro do carro, estamos tentando identificá-la. Vamos procurar saber já tinha algum histórico de confusão, com algum funcionário, já que ele era o engenheiro responsável pela obra. Não podemos adiantar muito sobre o fato para não atrapalhar as investigações, e queremos dar uma resposta o mais rápido possível", destacou.
 
Sávio Galiza tinha 70 anos, era casado e deixa três filhos. A família está no local e não quis dar entrevistas.
fonte:cidadeverde.com


   



PUBLICIDADE