12 / 06 / 2018 - as 11:08
Audiência Pública na Câmara Municipal debate direito dos idosos em Campo Maior

Uma audiência pública na Câmara de Campo Maior, nessa segunda-feira (11/06), debateu o direito dos idosos do município. O encontro reuniu representantes da comissão do idoso, da OAB, Conselho Municipal do Idoso, Secretaria de Assistência Social, Ministério Público e Polícia Militar.

O presidente da subcomissão do direito dos idosos, da OAB, Assis Lima, traçou um perfil da situação atual em Campo Maior. “É preciso que o Conselho do Idoso em Campo Maior funcione de fato. Que tenha um transporte para atender as ocorrências, uma sede e um telefone para atender o público. São muitos os casos de violação dos direitos dos idosos e não podemos nos esquivar desse problema”, disse.

Conceição Brito, presidente do Conselho Municipal do Idoso, relatou que usa o próprio carro e recursos pessoais para ajudar idosos maltratados por suas famílias. O Major Etevaldo Silva, comandante do 15º Batalhão da Polícia Militar, chamou atenção para a quantidade de casos atendidos pela polícia. Já a Secretária Municipal de Assistência Social, Nilzana Gomes, pediu diálogo entre os órgãos para melhorar os atendimentos às vítimas.

“Precisamos da prioridade a criação de uma Casa do Idoso em Campo Maior para melhor trabalharmos estes casos que envolvam idosos”, disse o vereador Fernando Miranda, presidente da Câmara e propositor da audiência. O promotor de justiça Cesário Cavalcante alertou para a importância de denunciar casos. “Se conhece um idoso sendo maltratado, espancado pela família, não se omita, denuncie na polícia no ministério público. Todos nós vamos envelhecermos e não gostaríamos de ser maltratados”.

Ao final da audiência pública foi criada uma comissão Intersetorial para viabilizar recursos para criação e manutenção de uma casa de acolhimento dos idosos e buscar melhorias para o funcionamento do Conselho Municipal.

Fonte: Assessoria Câmara de Campo Maior 

 

 



   



PUBLICIDADE