13 / 06 / 2018 - as 10:59
FETAG-PI deu início a Oficina Estadual de Formação e Capacitação para Acesso a Terra

Teve início hoje (11) no CESIR da FETAG-PI em Teresina a Oficina Estadual de Formação e Capacitação para Acesso a Terra e Políticas de Permanência no Campo. O encontro é uma parceria da FETAG-PI e CONTAG que está sendo coordenado pela Secretaria de Políticas Agrária da Federação com a participação de 250 pessoas, entre elas, dirigentes sindicais, assentados da Reforma Agrária, coordenadores de pólos, convidados e representantes de entidades.

A abertura da oficina teve a presença de várias lideranças sindicais. Presidente em exercício da FETAG-PI, Lucilene Ferreira e a presidente licenciada, Elisângela Moura, convidada para o evento, Secretário de Políticas Agrária da entidade, Devaldo Nunes e parte da Diretoria, Superintendente do INCRA-PI, Sérgio Viana, representante do INCRA Nacional, Erico Goulart, Secretário Nacional de Políticas Agrária da CONTAG, Elias Borges, dentre outras.  

No primeiro momento foram debatidos os desafios para a implantação da Política Nacional de Reforma Agrária (divisão de obtenção de terras nacional e estadual), bem como apresentação das demandas dos trabalhadores, sendo um representante de cada Acampamento que apresentou a demanda repassando informações, tais como: tempo de ocupação, número de famílias assentadas, nome das propriedades que estão em processo de desapropriação e repostas às reivindicações dos trabalhadores pelos órgãos presentes.

A Presidente da FETAG-PI, disse que é importante realizar momentos como estes. “Estamos enfrentando diversos retrocessos em várias áreas, e acredito que seja importante nós promovermos oficinas como esta, para capacitar lideranças comunitárias rurais para que tenham acesso as terras.  A Federação se preocupa com a falta de investimentos em estrutura para os assentamentos e desapropriação de terras”, afirmou Lucilene.
 

Segundo Sérgio Viana, o INCRA-PI está comprometido com as ações em debates. “Primeiro dizer que somos parceiros da FETAG-PI objetivando melhorar as condições dos trabalhadores/as rurais do Piauí, porque nós trabalhamos em várias áreas que contemplam estas pessoas, como por exemplo, desde a desapropriação das terras até a estruturação dos projetos de assentamentos, obras de infraestruturas, linhas de créditos, e para nós é um motivo satisfatório participar deste momento”, disse o Superintendente do INCRA-PI.
 

O Secretário de Políticas Agrária da CONTAG disse que é necessário discutir a questão agrária no Piauí. “Temos dificuldades do acesso à terra e os problemas relacionados aos assentamentos, onde precisamos de infraestrutura, créditos para os desenvolvimentos sociais dos assentamentos, e é por isso que esta oficina é importante para debatermos junto com a CONTAG, FETAG-PI, INCRA-PI, INCRA NACIONAL, STTR’s e assentados, estes problemas relacionados a Reforma Agrária”, frisou Elias Borges.
 

Já o representante do INCRA Nacional afirmou que a parceria entre os envolvidos no projeto da Reforma Agrária está firmada. “Queremos aqui fazer um balanço da discussão deste debate para 2018 e os próximos anos, para isso nossa parceria está concretizada para política de reforma agrária e garantirmos essa proximidade entre os trabalhadores/as rurais e o Estado na forma do INCRA” comentou Erico Goulart.
 

Devaldo Nunes afirmou que acredita na luta para garantir a terra. “Vamos juntos construir esta história de luta pela Reforma Agrária, por isso precisamos debater o tema. É necessária nossa insistência por terra para que possamos ter onde morar, plantar e colher nossos alimentos e nosso campo é largo com terras ricas para o plantio”, destacou o secretário da FETAG-PI.

O evento terá programação até terça-feira (12) com debates sobre os desafios para consolidação da Reforma Agrária, apresentação de trabalhos, encaminhamentos das demandas discutidas e compromissos.  


FONTE: Assessoria de Comunicação da FETAG/PI – Paes Landim.

 

 



   



PUBLICIDADE