23 / 03 / 2019 - as 10:49

O Ministério Público Federal (MPF) ingressou com pedido à Justiça Federal para que o estado do Piauí a interdição parcial da Penitenciária Mista Juiz Fontes Ibiapina, em Parnaíba, e a transferência dos presos para outros estabelecimentos prisionais. Segundo o MPF, os detentos “estão sujeitos a condições degradantes, incompatíveis com o princípio da dignidade da pessoa humana”. A Secretaria de Estado de Justiça (Sejus) diz que ainda não foi notificada sobre pedido.

O MPF solicita que a Penitenciária seja interditada parcialmente, com exceção da ala feminina e da ala destinada aos presos com bom comportamento. Caso o pedido seja acatado pela Justiça, os detentos deverão ser transferidos para outros estabelecimentos prisionais dentro de trinta dias. A decisão foi assinada pelo promotor Kelston Lages.

O pedido vem um mês depois de uma inspeção realizada pelo Conselho Penitenciário do Estado do Piauí, que constatou as condições degradantes no presídio. Segundo o relatório da visita, as condições do presídio atingem tanto presos como agentes penitenciários.

Segundo o relatório do Conselho Penitenciário, “O ar que se respira em grande parte do presídio é absolutamente contaminado e fétido, inapropriado a alojar seres humanos e também sendo incompatível com condições minimamente admissíveis ao exercício de atividades laborais por parte dos servidores que trabalham no presídio”.

O documento fala ainda de instalações hidráulicas estouradas e instalações elétricas que representam riscos para os detentos e agentes penitenciários. O presídio também não teria um projeto de prevenção de incêndio.

“Tal situação caótica ainda se presta ao fomento de rebeliões e fugas, além de representar, como já dito, um elemento mais que bastante a propiciar a proliferação de doenças, incêndios e outras calamidades humanas”, diz o texto.

Segundo o MPF, as denúncias são graves ainda por que uma visita anterior do Conselho, no dia 19 de abril de 2018, teria encontrado problemas semelhantes. A Penitenciária Mista Juiz Fontes Ibiapina foi construída ao se aproveitar o antigo prédio do Mercado Público de Parnaíba.

A Secretaria de Estado de Justiça (Sejus) informa que ainda não foi notificada sobre pedido feito pelo Ministério Público Federal (MPF) a respeito da Penitenciária Mista de Parnaíba. O órgão deverá se pronunciar após notificação e análise do pedido.

fonte: G1PI


08 / 03 / 2019 - as 07:35

Foram presos nesta quinta-feira (7) mais dois suspeitos de participar do latrocínio (roubo seguido de morte) em que Antônio Laurindo Gonçalves foi assassinado. A vítima era vigilante de uma unidade do Centro de Referência da Assistência Social (Cras) localizado em Parnaíba, a 338 km de Teresina. Ao todo, seis pessoas foram presas e uma adolescente apreendida suspeitos de envolvimento no crime.

A prisão foi realizada pelos policiais da Delegacia de combate a Homicídios, Tráfico de Drogas e Latrocínio (DHTL), na manhã e tarde desta quinta-feira (7). Os suspeitos foram identificados como André Luis Silva Sousa, de 18 anos, e Marcelo Vale Ramos.

O crime aconteceu no dia 08 de fevereiro de 2019, no CRAS do bairro Mendonça Clark, em Parnaíba. O vigilante Antônio Laurindo Gonçalves foi morto após lutar contra os criminosos, que fugiram levando uma bicicleta da vítima e o botijão de gás do local.

A Polícia já prendeu os suspeitos identificados como Maycon Douglas Araújo da Silva, Estefany Lima de Carvalho, Francisco Thiago Alvares e Diones de Carvalho Santos, e uma adolescente foi apreendida, todos suspeitos de envolvimento no crime.

Os detidos serão ouvidos na Central de Flagrante de Parnaíba. Na ocasião em que foram presos os dois primeiros suspeitos identificados pela polícia, o delegado Rodrigo Moreira havia dito que pelo menos 10 pessoas são suspeitas de envolvimento da morte do vigilante.

Fonte: G1Pi

 


08 / 02 / 2019 - as 10:48

O vigilante do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Mendonça Clarck em Parnaíba foi assassinado na madrugada desta sexta-feira (8). Segundo a Polícia Militar, Antônio Laurindo Gonçalves foi morto após lutar com um criminoso que fugiu levando a bicicleta da vítima e o botijão de gás do local.

A polícia trata o caso como latrocínio (roubo seguido de morte), já que a arma que o vigilante possuía permaneceu com ele. "Acredito que houve luta corporal porque o corpo foi encontrado debaixo de uma mesa. Possivelmente, ele foi assassinado em outro local do Centro e o suspeito arrastou ele", disse o sargento.

A Polícia disse ainda que não é possível afirmar como Antônio Laurindo foi morto devido à quantidade de sangue que há no corpo da vítima."Não dá para verificar se há ou não perfuração no corpo dele".

Fonte: G!PI

 

 

 


17 / 12 / 2018 - as 11:11

Um jovem de 18 anos foi espancado, na madrugada deste domingo (16), após tentar invadir uma casa no bairro João XXIII em Parnaíba, Litoral do Piauí. De acordo com a polícia, populares flagraram ação e agrediram o rapaz até ele desmaiar.

"A polícia foi acionada, mas a equipe quando chegou ao local só encontrou o rapaz desacordado, ensaguentado e com várias lesões pelo corpo. Os policiais chamaram o Samu, que encaminhou o jovem ao hospital", informou o coronel Antônio Pacífico, comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar.

Conforme o coronel, os agressores não foram identificados e o caso será investigado pela Polícia Civil. O rapaz está internado em estado grave no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda).

fonte: G1PI

 


31 / 07 / 2018 - as 10:07

Um carro pegou fogo na madrugada desta segunda-feira (30) após a motorista perder o controle, bater em dois veículos estacionados e derrubar parte do muro de uma casa. O acidente aconteceu na rotatória da praia do Coqueiro, na PI-116, em Luís Correia, Litoral do Piauí.

"O caso ocorreu por volta das 4h. O carro só parou ao colidir no muro de uma residência e logo em seguida incendiou. A motorista e a passageira conseguiram sair do veículo apenas com escoriações", informou o major Palhano, da Companhia Independente de Policiamento Turístico (Ciptur).

O Corpo de Bombeiros foi acionado e conseguiu evitar que as chamas atingissem o imóvel, já o automóvel da vítima ficou destruído. A perícia esteve no local e a motorista foi conduzida para delegacia.

"Os policiais informaram que ela estava sob suspeita de embriaguez. O caso foi registrado na Delegacia de Luís Correia", disse.

Fonte: G1PI

 

 

 


16 / 07 / 2018 - as 10:01

O mototaxista Jorge Bento dos Santos, de 36 anos, morreu nas primeiras horas da manhã deste domingo (15) em um acidente na avenida São Sebastião, em Parnaíba, litoral do Piauí. O homem, segundo a polícia, se envolveu em uma colisão com um colega de trabalho no cruzamento com a rua Pedro Freitas.

De acordo com a Polícia Militar, ambos trabalharam durante toda a madrugada em uma seresta que aconteceu no bairro Frei Higino, a poucos metros do local do acidente. Eles estariam retornando de um atendimento quando se envolveram na colisão. Os dois seguiam no mesmo sentido da avenida. Pessoas que estavam na festa informaram para a polícia que os mototaxistas também estavam ingerindo bebida alcoólica enquanto trabalhavam.

“Pessoas que estavam nessa seresta nos disseram isso. E o teste de alcoolemia que fizemos com o mototaxista que sobreviveu constatou isso. O resultado apontou 0,34 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões, teor considerado crime de acordo com a Lei Seca. Constata-se, portanto, a banalização da vida”, destacou o sargento Silvino Silva, do Pelotão de Policiamento de Trânsito (PPTran), enfatizando que é comum acidentes com pessoas embriagadas no litoral piauiense, sobretudo nos finais de semana.

Ainda segundo o policial, os relatos das testemunhas que informaram terem presenciado o acidente, são de que os mototaxistas conversavam com as motos em movimento. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) chegou a ser acionado, mas a vítima já estava sem vida. O corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML) de Parnaíba após a realização da perícia criminal.

 

Fonte: G1PI

 


04 / 07 / 2018 - as 08:17

Na tarde de terça-feira (03), um grave acidente foi registrado no cruzamento das ruas Tabajara com Prudente de Morais bairro São Francisco da guarita na cidade de Parnaíba.

Um policial civil identificado por Raimundo Cardoso, seguia em uma moto biz na rua Prudente de Morais, ao chegar na rua Tabajara o mesmo teria invadido o cruzamento e acabou colidindo com um carro modelo Prisma. Ele ficou com ferimentos graves na cabeça, perdeu sangue e apresentava sinais de inconsciência enquanto se debatia.

O motorista permaneceu no local e socorreu a vítima junto com outros populares. O Samu chegou em seguida, realizou os primeiros socorros e encaminhou a vítima ao hospital. A Polícia Militar interditou o trânsito para realizou da perícia.

Segundo informações, Cardoso sofreu Traumatismo Craniano Encefálico (TCE) e será operado de imediato. Ele encontra-se na Unidade de Terapia Intensiva do Heda e seu estado é gravíssimo.

Fonte: meionorte.com

 


22 / 06 / 2018 - as 11:27

Ministério Público (MP) ofereceu denúncia contra cinco homens acusados de assassinar duas pessoas no município de Parnaíba, Norte do Piauí, em 1º de março deste ano. Os corpos das vítimas foram encontrados enterrados e mutilados no quintal de uma residência onde funcionava um ponto de venda de drogas.

A promotoria fez a acusação com base nos crimes de homicídio qualificado, tortura, cárcere privado, ocultação de cadáver, vilipêndio de cadáver, inovação artificiosa do local do crime e corrupção de menor.

De acordo com a denúncia, as vítimas Paulo Henrique Lima Caldas e David Soares Maciel estavam consumindo drogas na residência e não tiveram dinheiro para pagar por todo o consumo. Por esse motivo, os acusados trancaram os dois em um quarto e começaram a torturá-los.

Paulo Henrique conseguiu sair do quarto e tentou fugir da casa, mas foi pego pelos acusados enquanto tentava pular o muro. "O que configurou um dos motivos destes para ceifar a vida da vítima", descreve a denúncia. Os autores feriram a vítima gravemente em seu pescoço e a decapitaram depois que ela estava morta, segundo o documento.

"Após matarem Paulo Henrique Lima Caldas, os denunciados [...] decidiram matar também a vítima David Soares Maciel, tendo em vista que mataram Paulo Henrique pelos mesmos motivos e para que a mesma não os entregasse à polícia, o que configurou um dos motivos destes para ceifar a vida desta vítima", narra a denúncia.

Os acusados amarraram David Maciel com cordas e o golpearam com uma faca no peito e no pescoço, chegando a decapitá-lo. Após o crime, os denunciados chegaram a “brincar” com a cabeça da vítima. “Carregava a cabeça da vítima, sorrindo e com ela brincando, passando sangue nas demais pessoas presentes no local”, segundo a denúncia.

Em seguida, os acusados enterraram os corpos das vítimas no quintal da residência. Após o ocorrido, eles fugiram do local. Vizinhos, que ouviram os gritos das vítimas vindo da casa durante a madrugada, acionaram a Polícia Militar, que foi ao local e encontrou os corpos.

300 anos de prisão

Os suspeitos foram presos pela Polícia Civil no dia 8 de março. Diante dos fatos, o MP apresentou denúncia requerendo a prisão de Luis Carlos Evangelista Guedelha, Jonas de Brito Martins, Geovane Allison Sousa, Antônio Carlos Rodrigues dos Santos Júnior, Francisco de Assis Evangelista Guedelha e ainda um adolescente, incorrido nas penas dos atos infracionais do Estatuto da Criança e do Adolescente análogos aos crimes praticados.

Somadas, as penas poderão ultrapassar 300 anos de prisão. Além disso, o MPPI pediu a fixação de dois valores a serem pagos pelos denunciados, o primeiro como forma de reparação às famílias das vítimas a título de custeio dos gastos com funeral, deslocamentos e alimentação de velório superior a R$ 10 mil reais.

O segundo valor refere-se ao dano moral coletivo na quantia mínima de R$ 75 mil reais, para cada réu, a serem revertidos ao fundo de proteção de direitos difusos e coletivos, como forma de indenização mínima de danos causados à sociedade de Parnaíba pelos fatos praticados.

 

Fonte: G1PI

 

 



PUBLICIDADE