28 / 10 / 2017 - as 11:30

A mãe que teria aceitado R$ 5 para que sua filha de 11 anos tocasse o órgão genital de um homem, negou as acusações e disse ao Conselho Tutelar que ela é quem iria fazer o programa com o senhor de 48 anos, que chegou a ser preso. O caso aconteceu na noite de quinta-feira em Parnaíba.

Segundo a capitã Leoneide Rocha, da Polícia Militar, a mulher compareceu ao Conselho Tutelar e disse que apenas pediu para o homem deixar a menina, que estava acompanhada do irmão, em casa. "Ela negou a história dos R$ 5 e disse que ela é quem iria fazer o programa, mas antes pediu para o homem deixar seus filhos em casa", disse a capitã.

No percurso, segundo a mãe, o homem teria desviado o caminho com os dois irmãos, quando foi abordado por uma viatura do Grupamento de Atendimento Especializado à Criança, Idoso e à Mulher (Geacim) do 2º Batalhão da Polícia Militar, e conduzidos até a Central de Flagrantes. . O homem já teria sido solto após pagar fiança.

A capitã disse que a criança ainda está sob os cuidados da tia. 

Fonte:cidadeverde.com


25 / 07 / 2017 - as 09:47

Lagoa do Portinho, situada em Parnaíba, no litoral do Piauí, foi durante muito tempo um dos pontos turísticos mais visitados no estado. Atualmente o local está abandonado e totalmente destruído. Logo na estrada de acesso há degradação, o descaso do poder público e a ação criminosa do homem com a natureza. A via está totalmente interditada pelas dunas e motoristas são obrigados a usarem um desvio improvisado para chegar até a lagoa que está praticamente seca.

Segundo um estudo feito pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), foi identificada na Fazenda Capoeira construções irregulares, como uma barragem de grande porte. Além disso, o levantamento diz que foi detectado que nos dias pesquisados não identificaram a passagem de água em direção à Lagoa do Portinho. Já em um lago dentro da fazenda citada chegava a cinco metros de profundidade.

O estudo mostrou ainda que o processo natural de abastecimento da lagoa, feito por rios e riachos, está sendo interrompido. Por conta disso, o Ministério Público do Piauí entrou com uma ação civil pública contra o governo do estado por lesão ao patrimônio público, meio ambiente, fauna e flora.

Alguns turistas insistem em visitar a lagoa, mas quando chegam e veem o local se surpreendem negativamente. “Me sinto triste quando vejo como está a lagoa atualmente. Antes era tudo lindo, ambiente mais animado, com muitos turistas. Agora do jeito que está é decepcionante”, disse a turista Laureana dos Santos.

O MP-PI determinou que o estado tome uma série de atitudes relacionadas ao local. A primeira é retirar qualquer obstáculo que impeça a passagem de água dos rios e riachos para a lagoa. Além disso, foi cobrado pelo órgão um plano de reestruturação, a revitalização da fauna e flora, a contenção de dunas e a reconstrução das margens da lagoa e de seus afluentes.

Com o problema, os restaurantes do local sofrem com a perda de clientes e alguns já fecharam seus estabelecimentos, é o que afirmou a comerciante Francisca Maria de Araújo. “O movimento caiu em 90%. Tivemos que fazer outro acesso para o Portinho, mas quem não vem da praia não passa por ele. Tem restaurante que não está nem mais abrindo. O pessoal da prefeitura vem, tira areia, mas não é o suficiente. Todos os anos isso acontece”, contou.

Fonte: G1 Pi

 


07 / 06 / 2017 - as 09:41

Uma gestante oriunda do Maranhão deu entrada no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA) nessa terça-feira (06/06) com um bebê morto na barriga. Segundo assessoria de comunicação do hospital, a mulher relatou que há dois dias não sentia os batimentos cardíacos do feto.

Os dados da paciente não foram divulgados. Não se sabe também a cidade de origem dessa gestante. Em nota, o HEDA informou que a morte fetal foi comprovada após a ultrassonografia. Confira abaixo os esclarecimentos do hospital.

“Nesse caso, a recomendação médica é a indução do parto normal e não cesáreo, evitando assim possíveis infecções e portanto, complicações posteriores. Esse procedimento atende aos protocolos clínicos de assistência à gestante. Ademais, a paciente passa bem e está sendo acompanhada pelos profissionais de saúde, que mantém contato permanente com a família, informando tanto sobre seu quadro clínico como sobre os procedimentos adotados para o seu atendimento”, informa à nota enviada ao MeioNorte.com.

Fonte: meionorte.com

 


10 / 10 / 2016 - as 09:52

Uma mãe foi presa neste sábado (8), em Parnaíba, por ter acorrentado a filha de 14 anos dentro de casa enquanto saía para trabalhar. As primeiras informações, divulgadas pela polícia, afirmavam que a adolescente era usuárias de drogas e que a ação teria sido um ato desesperado da mãe. Porém, o Conselho Tutelar do município confirmou aoCidadeverde.com que a menor acusa a mãe de obrigá-la a manter um "relacionamento" com um empresário de 45 anos. 

"Esse é um caso bastante complexo e ela não tem perfil de usuária de drogas. Quando ela tinha 13 anos, foi encontrada com esse mesmo empresário. Ele chegou a ser preso e hoje ainda usa tornozeleira eletrônica, está respondendo ao processo. A adolescente contou ao delegado que a mãe fazia isso para que ela não saísse de casa porque queria a que a filha ficasse com esse homem", conta a conselheira Andréia Santos. 

Por segurança, foi determinada uma medida protetiva e a jovem está com um tio. "A mãe está presa e o pai tem outra família e a esposa dele não a aceita.  Na segunda-feira (10) vamos ouvir todos os envolvidos e encaminhar o caso para a promotoria, mas a menor já foi encaminhada para acompanhamento psicológico. Se ninguém da família puder ficar com ela, teremos que colocá-la em um abrigo, mas para a mãe ela não pode voltar", completa a conselheira.

Andréia afirmou que não foram pedidos exames para confirmar conjunção carnal, entretanto revelou que esta não é a primeira vez que a adolescente foge da mãe. "Desta vez, ela ficou acorrentada entre 7 e 8 dias. Da outra vez, ela ficou menos tempo porque conseguiu fugir de casa. Pela janela, uma amiga a viu presa e deu uma serra para ajudá-la a fugir. Na verdade, toda a comunidade sabia que essa jovem ficava acorrentada, mas ninguém denunciava", argumentou.

O resgate

A mãe da adolescente, que é cuidadora de idosos, foi presa por cárcere privado e maus tratos. O resgate da jovem aconteceu na noite de ontem, no bairro Mendonça Clark, em Parnaíba. 

De acordo com o Grupamento de Atendimento Especial à Criança ao Idoso e a Mulher (Gaecim), coordenado pelo 2º BPM, a equipe policial foi acionada após uma prima da vítima passar pela residência e presenciar a cena. "Chegamos ao local e a mãe da vítima abriu a porta. A menina estava presa na grade da janela de um quarto com uma corrente de aproximadamente 2 metros de comprimento", relataram os PMs que atenderam a ocorrência. 

Segundo o delegado Eduardo Ferreira, da Polícia Civil, a mãe é uma pessoa do bem e cometeu apenas "uma atitude extrema", em um ato de desespero. "Esse é um problema mais social do que policial", disse. 

Fonte:cidadeverde.com

 


03 / 08 / 2016 - as 09:45

Um candidato a vereador foi preso com mais de 60 kg de maconha e cerca de 10 kg de crack em Parnaíba, município no litoral piauiense. Identificado pela Polícia Militar como Dênis Jonathan dos Santos de Araújo, o candidato foi preso em flagrante em um veículo modelo Voyage de cor preta e placa NIO 1800 de Buriti dos Lopes.

A prisão é resultado de uma investigação do serviço reservado da PM do município que tem intensificado o trabalho de combate ao tráfico de drogas na região.

Segundo a PM, o carro já era conhecido pelos policiais e após a abordagem foram flagrados os primeiros 10 kg de maconha e Dênis foi detido. Ao ir até a residência do candidato, foram encontrados mais de 50 kg de maconha, totalizando os mais de 60 kg e outros 10 de crack, além de três balanças de precisão.

Dênis não teve o partido divulgado pela PM, mas segundo os policiais, sua candidatura já estava homologada a vereador em Buriti dos Lopes.

O candidato foi levado para a Central de Flagrantes de Parnaíba junto com todo o material apreendido.

Fonte: cidadeverde.com

 


01 / 08 / 2016 - as 10:42

Uma menina de pouco mais de um ano foi resgatada na tarde de ontem (31) no conjunto Raul Bacelar, em Parnaíba, cidade do litoral piauiense. A polícia militar da cidade foi acionada depois que vizinhos ouviram o choro da criança, subiram no muro e relataram ter visto a mãe agredi-la com um cabo de vassoura.

O Grupamento de Atendimento Especializado à Criança, à Mulher e ao Idoso (Gaecim) foi deslocado, fez a prisão em flagrante da mãe e conduziu o bebê de pouco mais de uma ano para ser protegida. Durante o resgate, a soldado Naira ficou responsável pelo cuidado à menina. 

Segundo a polícia, foram realizados exames de corpo de delito, pois o bebê apresentava vários hematomas. A mãe não ficou presa e assinou somente Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por maus tratos. 

O Conselho Tutelar foi acionado e ficou responsável pela atenção ao bebê e decidirá onde o bebê irá ficar. 

redacao@cidadeverde.com

 


 


14 / 06 / 2016 - as 17:01

Um detento tentou deixar nesta segunda-feira (13) uma cela da Penitenciária Mista Fontes Ibiapina, Litoral do Piauí, e acabou se dando mal. Ele ficou preso na grade quando tentava deixar o local. De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria de Justiça (Sejus), o detento foi retirado com ajuda dos agentes penitenciários que estavam de plantão.

O preso não ficou ferido, mas foi retirado da cela onde estava e levado para outro espaço, de maior segurança. Conforme a assessoria, o detento forçou a grade para deixar o local e ficou preso ao acreditar que conseguiria passar pelo espaço disponível.



Esta foi a segunda tentativa de fuga nesta unidade prisional em menos de 24 horas, já que no domingo (12) por volta das 16h, outro preso que estava alojado na Ala 6 conseguiu deixar a cela, mas foi capturado nas dependências do presídio. 

Em abril deste ano, o Núcleo Avançado do Instituto de Criminalística da Polícia Civil iniciou um laudo sobre o resultado da inspeção na estrutura da Penitenciária Mista Fontes Ibiapina, Litoral do Piauí, danificada após duas recentes rebeliões.

A intervenção da Perícia Criminal aconteceu atendendo uma solicitação da juíza Maria do Perpétuo Socorro, da 1ª Vara Criminal de Parnaíba.

Fonte: G1 Pi

 


05 / 04 / 2016 - as 09:13

O prefeito de Parnaíba, Florentino Neto, e o presidente da Zona de Processamento de Exportação do Piauí, Paulo Cardoso, apresentaram, nesta segunda-feira (4), ao governador Wellington Dias, os investimentos já realizados para o pleno funcionamento da ZPE. Os secretários de Estado da Administração  e Previdência (SeadPrev), Franzé Silva, e  de Governo, Merlong Solano, participaram da reunião.

De acordo com Franzé Silva, o governador encara a ZPE como um dos projetos âncoras de desenvolvimento do estado. “É a primeira Zona de Processamento de Exportação no Brasil que está sendo liberada pela Receita Federal. O alfandegamento já foi solicitado e todas as vistorias feitas em que foram apontadas correções estão sendo concluídas, como por exemplo, monitoramento eletrônico e alterações de cargas e descargas”, garantiu o gestor, adiantando que o governador autorizou a ligação por asfalto da Zona de Processamento de Exportação até a BR 343.

Segundo Franzé, existem duas empresas instaladas na ZPE e outras em processo de credenciamento. “O momento é de captação de empresas interessadas. O governador quer alavancar essa área da ZPE de Parnaíba como uma porta de saída para nossos produtos serem exportados, casando isso com o aeroporto e o porto”, acrescentou Silva.

O secretário disse que a principal vantagem da ZPE de Parnaíba é a facilidade de exportar. Ele explicou ainda que todos os impostos já são liberados e que o produtor industrial sai com a situação de desembaraço aduaneiro. A estimativa, conforme o gestor, é que a Zona de Processamento de Exportação piauiense funcione definitivamente este ano.

 

 



PUBLICIDADE