17 / 08 / 2018 - as 11:47

Uma colisão envolvendo um caminhão tanque e uma caminhonete, modelo MAZDA B2200, deixou uma pessoa morta e duas feridas, no início da tarde desta quinta-feira (16) na BR-343, entre as cidades de Altos e Campo Maior. Um dos feridos é uma criança.
 
 
Segundo o agente da Polícia Rodoviária Federal, L. Damascendo, o motorista da caminhonete abasteceu o veículo no posto de combustível e tentava entrar na rodovia com destino a Campo Maior, quando foi colhido por um caminhão tanque, que seguia no sentido contrário.
 
 
Na caminhonete viajavam o motorista, Antonio José, de 68 anos, que morreu no local, uma senhora e uma criança, que seria sobrinha do casal. A família é de Altos-PI e seguia com destino a Campo Maior, almoçar na casa de familiares no Povoado Alto do Meio. O caminhão seguia de Fortaleza com destino a Belém-PA, carregado de hipoclorito.
 
 
Segundo o agente L. Damasceno, quando a PRF chegou ao local os feridos já haviam sido encaminhados ao hospital, por uma equipe do SAMU, e que populares disseram que a senhora estava com uma lesão grave no braço e a criança com lesão na cabeça.
 
 
Ainda segundo o agente, o motorista do caminhão contou que o motorista da caminhonete entrou bruscamente na rodovia e não houve tempo de frear o caminhão e evitar a colisão.
 
 
Fonte PortalC7

16 / 08 / 2018 - as 09:44

Weslley Marlon Silva, acusado de efetuar os disparos que mataram o cabo do Batalhão de Operações Especiais (Bope) Claudemir de Sousa, foi morto durante troca de tiros com a polícia no Parque Eliane, na Zona Sul de Teresina. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu na tarde desta quarta-feira (15) ao ser atendido no Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

"A Polícia Civil foi entregar uma intimação contra outro indivíduo no Parque Eliane, mas o Weslley pensou que era para ele e quando viu os policiais civis foi logo atirando e os agentes revidaram. Ele foi atingido com um tiro na cabeça e morreu no hospital", informou o subnente Carlos, da Companhia do Promorar.

O acusado estava em liberdade desde janeiro, após decisão do juiz Antônio Reis de Jesus Nollêto de que ele e os outros indiciados estavam há mais de um ano presos e que atenderam aos atos processuais para o que foram intimados. Foram denunciados pelo crime Leonardo Ferreira Lima, Maria Ocionira Barbosa de Sousa, José Roberto Leal da Silva, conhecido como Beto Jamaica, Weslley Marlon Silva, Francisco Luan de Sena, Igor Andrade de Sousa, Thaís Monait Neris de Oliveira e Francisco Luan de Sena.

Crime encomendado

Claudemir Sousa, 33 anos, estava saindo da academia onde treinava quando foi abordado pelos criminosos. No dia seguinte cinco pessoas foram presas, entre elas um homem que usava tornozeleira eletrônica. A investigação da Polícia Civil e do Ministério Público apontou que Leonardo Ferreira Lima e Maria Ocionira Barbosa de Sousa encomendaram a morte da vítima. Os suspeitos mantinham um relacionamento amoroso e eram parceiros em supostas fraudes ao INSS.

A peça do MP defende que, temendo que a reaproximação prejudicasse sua relação amorosa e financeira, os acusados planejaram o homicídio e ofereceram R$ 20 mil aos executores. A negociação foi intermediada pelo acusado José Roberto Leal da Silva, conhecido como Beto Jamaica, que contratou Weslley Marlon Silva, Francisco Luan de Sena e Igor Andrade de Sousa para a execução.

A denúncia aponta ainda Thaís Monait Neris de Oliveira, que serviu de 'olheira' para avisar quando a vítima saísse da academia.

Fonte: G1Pi

 

 

 

 


15 / 08 / 2018 - as 12:29

A Secretaria de Segurança Pública do Piauí continua nesta quarta (15) a Operação Piauí Seguro, uma integração entre a Polícia Civil e a Polícia Militar com o objetivo de levar a sociedade tranquilidade tirando de circulação acusados de crimes como tráfico e roubos, e ainda apreender drogas e armas. Nesta terça, a Operação teve início e realizou 18 prisões em Teresina e Timon.
 
No início da manhã, a Operação tem como alvo 15 locais na zona Norte de Teresina para cumprimento de mandados de busca e apreensão. O Secretário de Segurança, Cel Rubens Pereira e o Delegado Sebastião Alencar, titular do 7. DP; Cel Márcio, Coordenador de Operações da PM e o Comandante do Policiamento Especializado, Cel Sousa Filho e os demais policiais envolvidos na Operação estarão disponíveis para atender a imprensa no 7°. DP onde serão conduzidos os presos e material apreendido na Operação Piauí Seguro. O Distrito fica localizado no Bairro Parque Alvorada, na Rua Monteiro Lobato 1293, zona Norte da capital.
 
 

14 / 08 / 2018 - as 15:25

Um ex-presidiário do estado de São Paulo foi preso pela Polícia Civil da município de Esperantina, a 188 km de Teresina, suspeito por um assalto a um motociclista no centro da cidade. O crime foi flagrado por câmeras de segurança. O homem identificado como João Batista Alvino Filho, de 39 anos, passou 18 anos e seis meses no presídio de Presidente Venceslau.

De acordo com o delegado Leonardo Alexandre, da delegacia de Esperantina, João Batista começou a ser investigado após assaltar um motociclista no dia 8 de julho. O crime foi flagrado por câmeras de segurança de um estabelecimento. “Não resta dúvidas quanto a autoria desse crime”, disse o delegado.

Nesta segunda-feira (13) os policiais descobriram que o suspeito estaria morando na cidade vizinha, Joaquim Pires, a 53 km de Esperantina. Policiais civis e militares de Joaquim Pires diligenciaram até a casa do suspeito, onde ele foi localizado e preso. Na casa, foram encontradas a arma de fogo utilizada no assalto e a motocicleta roubada.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito já foi condenado por crimes como roubo, falsidade ideológica e porte de arma de fogo em São Paulo, e foi condenado a 18 (dezoito) anos e 6 (seis) meses de reclusão. A pena foi cumprida integralmente em regime fechado. Em sua ficha, constam várias sindicâncias por mau comportamento carcerário, o que impediu que ele tivesse acesso a benefícios da execução da pena como o livramento condicional.

O delegado Leonardo Alexandre disse ainda que depois da prisão de João Batista, a delegacia recebeu diversas denúncias de outros crimes que teriam sido cometidos pelo suspeito em Esperantina. “Por enquanto ele está preso pelo porte ilegal de arma de fogo e pelo roubo cometido na semana passada. Vamos apurar essas outras denúncias”, disse o delegado Leonardo.

 

FONTE: G1 PI

 


14 / 08 / 2018 - as 15:20

Um homem, identificado apenas pelas iniciais E. L. S. morreu em um grave acidente registrado na BR-316 na altura do KM 134, nas proximidades do município de Elesbão Veloso. O acidente aconteceu na segunda-feira (13/08).

De acordo com informações repassadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF-PI), responsável pela ocorrência, o homem seguia em um carro de passeio modelo Fiat Pálio, placa não identificada, quando colidiu violentamente contra um caminhãoque seguia no sentido contrário.

Com o o forte impacto, E. L. S. foi a óbito ainda no local do acidente. Segundo a PRF, os dois veículos colidiram frontalmente. Os primeiros levantamentos realizados apontam que o motorista do carro pequeno pode ter dormido ao volante e invadido a contramão, provocando a colisão.

O trecho chegou a ficar parcialmente interditado, mas foi liberado logo em seguida. O corpo foi removido por uma equipe do Instituto Médico Legal (IML) de Teresina.

Fonte: meionorte.com

 


14 / 08 / 2018 - as 15:17

Um sargento da Polícia Militar está entre os presos da Operação Piauí Seguro. Ele foi preso na manhã desta terça-feira (14). Ele é suspeito de crime sexual contra uma criança de nove anos. Além do PM, outros sete pessoas foram presas na operação, deflagrada ontem (13). A Operação Entre Rios, também deflagrada ontem, prendeu 10 pessoas. Até o momento, as operações contabilizam 18 prisões. 

De acordo com o boletim de ocorrência registrado pelo pai da vítima, do crime envolvendo o sargento, identificado como Eliaquim Matos, o suspeito teria violentado a criança quando exercia a função de agente de portaria em uma escola particular, localizada na Rua Paissandu, no Centro de Teresina. 

De acordo com a Secretaria de Segurança, na Operação Piauí Seguro, os presos foram identificados como Francisco Rodrigues dos Santos (crimes sexuais contra criança), Lucas Sameque Guimarães Medeiros (violência doméstica), Marciano Martins Calixto (homicídio), Samuel Nascimento (roubo), Alexandre (porte ilegal de arma de fogo), Eliaquim Matos (crime sexual contra criança), Igo Dione (comércio ilegal de arma de fogo), Rodrigo (roubo). 

O secretário estadual de Segurança, Rubens Pereira, disse em entrevista, que as operações continuem ocorrendo e mais prisões podem ocorrer ao longo do dia. 

“O que nós buscamos com essas operações é reduzir cada vez mais o índice de criminalidade na capital, o crime organizado, o tráfico de armas, de drogas, para termos um Piauí mais seguro”, disse o secretário.  

Operação Entre Rios: sítio luxo

Deflagrada pela Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes, com apoio da SENARC-MA e PRF-PI, a Operação Entre Rios desarticulou uma organização criminosa atuante no tráfico de entorpecentes. A quadrilha tinha um sitio de luxo, avaliado em R$ 1 milhão, na zona rural de Timon. O espaço era uma especie de "Central de Distribuição de Drogas".

Segundo o delegado da Depre, Matheus Zanatta, a droga que vinha de Pernambuco era guardada no sitio, e depois destribuida para Teresina. 

Zanetta explicou ao Cidadeverde.com que até o momento somente 10 pessoas foram presas, entre prisões em flagrante e com mandado de prisão. "A companheira de um dos presos foi conduziada para a Depre, mas ela prestou depoimento e foi liberada. São dez prisões". 

Para o coordenador da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes, delegado Cadena Júnior, os traficantes usam sítios, afastados na zona rural, para tentar atrapalhar a investigação. 

“Essa é uma forma de ludibriar o trabalho da polícia, de enterrar a droga, de armazenar em sítios, mas acontece que o trabalho de inteligência e a investigação da Secretaria de Segurança, da Polícia, é muito eficiente, e também contamos com o apoio do Canil da Polícia Rodoviária Federal”.

Na Operação Entre Rios, os presos por tráfico de entorpecentes e associação criminosa foram identificados como: Carlos Roberto dos Santos, Francisco Dalton de Araújo Oliveira, José Terto da Silva Filho, Fabricia Abreu Fernandes Noronha, David dos Santos Bonfim, Sebastião Rodrigues Marques e Daniela Rodrigues Marques de Oliveira, Hailton da Silva Marques e Manoel Alcides da Silva e Airton (nome incompleto). O empresário Carlos Roberto é indicado como líder da quadrilha. 


Fonte:cidadeverde.com 

 


13 / 08 / 2018 - as 12:46

Um homem que conduzia uma bicicleta, cuja identidade não divulgada, foi vítima de um acidente fatal no fim da tarde de domingo (12), na BR-402, próximo ao Retiro, zona urbana de Chaval, na divisa do estado do Ceará com Piauí.

Segundo informações de testemunhas que presenciaram o momento do acidente,  um veículo Grand Siena de cor preto ano 2018, de placa POS- 4580 de Camocim/CE, ao desviar de um caminhão colidiu com um ciclista de aproximadamente 57 anos, vindo a óbito no local.

O motorista do veículo Siena permaneceu no local até a chegada da polícia.

A polícia Militar isolou área até achegada da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em seguida acionaram o (IML) de Camocim para fazer a remoção do corpo para Instituto Médico Legal da cidade.

Fonte: meionorte.com

 


13 / 08 / 2018 - as 10:00

 A Equipe apos receber informaçoes repassadas via COPOM de uma moto roubada sendo que a citada moto FAN 150 vermelha, de placa PSD 3900, estava sendo rastreada, onde esta equipe apos fazer rondas no bairro conseguiu localizar os dois individuos com a referida moto e uma replica de pistola, apos dar voz de prisão os mesmos foram conduzidos a central de flagrantes.



PUBLICIDADE