30 / 10 / 2018 - as 09:14

Jardel Araújo,28, anos está desaparecido deste sabado ,27,foi visto pela última vez num bar no bairro de Flores.

 


27 / 10 / 2018 - as 09:22

Uma discussão banal quase termina em morte na tarde desta sexta-feira (26/10) na cidade de Campo Maior (82 km ao norte de Teresina). Um homem identificado por Francisco Araújo Monteiro, conhecido como "Mãozinha", dono de um bar nas proximidade do Mercado Publico da cidade, desferiu uma facada em um cliente identificado por João Maria da Cunha Filho, 47.
 
Segundo populares, o cliente, já embriagado, teria chamado Maõzinha de corno, iniciando uma discussão entre os dois. A vítima estava postando uma faca e o acusado tomou a arma e desferiu um golpe na região do abdômen, já quase no tórax da vítima.
 
Segundo o comandante do 15º Batalhação da Polícia Militar, major Etevaldo Alves, a polícia militar fez diligência, inclusive na residência do suspeito, no bairro Cairiri, mas o mesmo não foi localizado. Ele disse também que a vitima foi encaminhada ao Hospital Regional de Campo Maior.
 
Mãozinha já tem passagem pela polícia por agressão. Segundo a PM, ele já lesionou outra pessoa usando um taco de sinuca.
 
 
 
Fonte Portal Campo Maior em Foco

25 / 10 / 2018 - as 12:34

O suplente de vereador da cidade de Cocal dos Alves, Aurélio Cardoso de Brito, de 50 anos, autor dos disparos de revólver calibre 38 que ceifaram a vida de Domingos Manoel de Brito, o "Domingo Rita", de 45 anos de idade, foi sentenciado a uma pena de 17 anos, 08 meses e 15 dias de reclusão a ser cumprido inicialmente em regime fechado e ao pagamento de 10 dias-multa e das custas processuais.
 
O veredito foi dado durante sessão extraordinária do Tribunal Popular do Júri realizado na sala de audiências do Fórum da Comarca de Cocal, município da região Norte do Piauí. O julgamento teve inicio às 08h30min e se encerrou por volta de 02:00 horas da madrugada desta quarta-feira (24), com a leitura da sentença condenatória proferida pelo Juiz Dr. Carlos Augusto Arantes Júnior, que presidiu o júri.

24 / 10 / 2018 - as 10:56

Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quarta-feira (24) a Operação Olhos de Lince de combate a crimes relacionados às eleições deste ano.

A investigação é resultado de acompanhamento da PF de redes sociais com objetivo de identificar e de evitar possíveis crimes eleitorais, além de ameaças aos candidatos que concorrem nas eleições.

A PF apura os crimes de violação do sigilo do voto e de incitação ao crime de homicídio. Segundo investigadores, para a identificação dos alvos foram utilizadas técnicas de reconhecimento facial, por meio de critérios científicos, que possibilitam a identificação dos suspeitos de forma precisa.

Agentes cumpriram mandados em quatro estados – São Paulo, Minas Gerais, Pernambuco e Rio Grande do Sul. A PF também intimou investigados a prestarem depoimento. As ações fazem parte das atividades do Centro Integrado de Comando e Controle Eleitoral.

Ao todo, a PF deflagrou nove ações – quatro mandados de busca e apreensão nas cidades de São Paulo (SP), Sorocaba (SP), Uberlândia (MG) e Caxias do Sul (RS). Foram intimados investigados nos municípios de Juiz de Fora (MG), Varginha (MG), Recife (PE) e Caxias do Sul (RS).

 

Fonte: G1

 

 


24 / 10 / 2018 - as 10:53

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou nesta terça-feira (23) o envio de tropas federais para 357 municípios em todo o país. No caso do Piauí, 72 cidades receberão o apoio dos homens do Exército para garantir a segurança do segundo turno das eleições.

Os eleitores de todo o país retornam às urnas neste domingo (28) para escolher o presidente da República. O envio de forças federais acontece após os próprios juízes eleitorais manifestarem a necessidade de reforço na segurança durante o pleito eleitoral.

De acordo com a Justiça Eleitoral, os homens do Exército irão atuar em acordo com as solicitações dos juízes. As tropas federais irão atuar também no combate a possível prática de crimes eleitorais como a compra de voto, que é a mais comum no Estado.

Além do Piauí, estados do Acre, Amazonas, Ceará, de Mato Grosso, do Maranhão, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Pará e Tocantins também receberão tropas federais.A medida é prevista no Inciso XIV do Artigo 23 do Código Eleitoral (Lei nº 4.737/65).

Fonte: cidadeverde.com

 


24 / 10 / 2018 - as 10:26

O secretário de Segurança Pública, Rubens Pereira, determinou abertura de processo administrativo contra 16 agentes de Polícia Civil suspeitos de terem sidos aprovados no concurso público da instituição por meio de fraude. A publicação está no Diário Oficial do Estado da última segunda-feira(22) e pode levar a anulação do ato de nomeação dos agentes. 

O documento cita o inquérito policial realizado pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) ainda em 2016, da Operação Infiltrados, denúncia do Ministério Público Eleitoral e o despacho da Procuradoria Geral do Estado, além da Lei do Processo Administrativo e do Estatuto do Servidor como argumentos para a abertura do processo, que será investigado por comissões formadas por delegados, escrivães e agentes de polícia. 

As comissões devem "apurar eventual vício ou ilegalidade nos atos de provimento e investidura ao cargo de agente de Polícia Civil, no qual foi fraudulentamente investido, vez que inexistiu aprovação válida ou legítima, pois teria sido aprovado no referido certamente, por meio de fraude". A investigação pode levar até a expulsão do cargo.

O delegado Roberto Carlos Sales da Silva, corregedor da Polícia Civil do Piauí, explica que se trata de um processo administrativo não disciplinar, uma vez que a falta teria sido cometida antes da investidura em cargo público. 

"É um processo sumário. As provas estão pré-estabelecidas. As comissões vão analisar os processos e ouvir os 16 policiais civis. Após a conclusão, os relatórios serão enviadas para a Procuradoria Geral do Estado do Piauí (PGE) e encaminhados ao governador, ou seja, não é Corregedoria da Polícia Civil que decide. Somente o governador pode decidir e anular o ato de nomeação", explica o corregedor da Polícia Civil do Piauí. 

Os 16 agentes policiais continuam trabalhando normalmente. As comissões terão 30 dias, prorrogáveis por mais 30 dias, para conclusão dos trabalhos, a partir da publicação. A apuração pode resultar na expulsão ou manutenção dos investigados no serviço público. 

Veja a lista de investigados:


1. André Luís de Carvalho 
2. Antonio Lopes da Silva Junior 
3. José Clodomar de Sabóia Júnior 
4. Marcelo Freire 
5. Maria dos Remédios Alcântara Santiago
6. Regis Carlos de Oliveira Sousa
7.Priscila Almeida Lima Sabóia 
8. Cícero Henrique de Sousa Araújo
9. Ricardo Araújo Mesquita 
10. Paulo Alberto Machado Cerqueira 
11. Thiago da Silva Macedo
12. Aline de Miranda Carvalho Nóbrega
13. Anderson Vasconcelos da Nóbraga 
14. Cyro Nascimento Fonsêca
15. Jean Ribeiro da Costa 
16. Marcos Fernando do Carmo Nunes

 

Fonte:cidadeverde.com

 

 


23 / 10 / 2018 - as 09:56

Um policial militar do Piauí foi covardemente abordado e agredido por dois bandidos armados. O crime foi flagrado por câmeras de segurança que mostram a violência dos criminosos. O caso ocorreu na noite desta terça-feira (23), no bairro Lourival Parente, na zona Sul de Teresina.

O PM que aparece nas imagens é do 6º BPM e estava de folga. No vídeo é possível perceber que o garupa aborda a vítima. Em seguida, o piloto desce, dá socos no PM e também o aborda de forma agressiva. 

As imagens mostram ainda que os criminosos efetuam alguns disparos de arma de fogo. Logo em seguida, sobem na motocicleta, levando a arma do militar e fogem. A vítima sai correndo. 

Até o momento nenhum dos suspeitos foi preso. 


fonte: cidadeverde.com

 

 


23 / 10 / 2018 - as 09:52

A agência da Caixa Econômica Federal, na avenida Duque de Caxias, na zona Norte de Teresina, foi invadida por bandidos no início da manhã desta terça-feira (23). Dois caixas eletrônicos foram estourados, mas o grupo criminoso não teria conseguido ter acesso ao dinheiro, supostamente, porque teria usado pouco explosivo. 

Os bandidos tiveram acesso ao banco após quebrar o vidro da porta principal. No local foram encontradas cápsulas de fuzil.

"Ainda não há como saber a quantidade de elementos que participaram do crime. Fomos informados por volta de 5h, mas o crime ocorreu por volta das 4h. Eles estouraram a porta principal e, em seguida, foram para um dos caixas eletrônicos. Visualmente, o que a gente percebe é que não conseguiram levar nenhum valor, mas só a Caixa vai informar com precisão", disse o major Gilson Leite, comandante do 9º BPM.

Na fuga, os bandidos jogaram pregos entrelaçados na avenida para furar pneus dos veículos em uma possível perseguição. Eles seguiram pela avenida Duque de Caxias em direção ao bairro Buenos Aires, também na zona Norte da Capital. O crime será investigado pela Polícia Federal. 

Fonte: cidadeverde.com

 



PUBLICIDADE