17 / 02 / 2018 - as 12:20

Os 29 quilômetros de asfalto da estrada que liga Coivaras a Campo Maior começam a ser construídos após o período chuvoso. O Departamento de Estradas e Rodagens, (DER-PI), já concluiu a licitação que escolheu a empresa responsável pela obra. A Hidros será a construtora da estrada.
 
O asfaltamento da estrada é uma obra projetada ainda em 2017 pelo Governo do Estado a pedido do prefeito Professor Ribinha, pelo deputado Aluísio Martins e pelo ex-prefeito Paulo Martins e está orçada em mais de R$ 11 milhões.
 
A pavimentação dessa estrada é importante porque interliga várias cidades da região como Campo Maior, Coivaras, Alto Longá, Novo Santo Antônio, Beneditinos e São João da Serra, além de melhorar o acesso a comunidades como Pau Arrastado, Salinas, Boqueirãozinho e São Luís.
 
“Fico feliz em ver que o asfaltamento da estrada de Coivaras está cada vez mais próximo da realidade. O Governo do Estado cumpriu com o compromisso e agora fará a alegria de toda essa região”, comemorou o prefeito Ribinha.
 
Fonte: PMCM

05 / 02 / 2018 - as 11:08

A Conselheira Lilian de Almeida Veloso Nunes Martins, determinou a suspensão do processo seletivo para contratação temporária de Professores para cadastro de reserva da rede municipal de ensino do Município de Santa Rosa do Piauí. 

A relatora Lilian Martins, explicou no relatório que o edital apresenta irregularidades que comprometem a regular participação e avaliação de qualificação dos candidatos. Entre as irregularidade apontadas estão que o edital não prevê isenção da taxa de inscrição, apresenta como necessário apenas a análise curricular para fins de seleção, veda a inscrição por via postal para entrega de títulos e outras cláusulas editalícias não cumpridas.

A medida determina que o processo seletivo regido pelo Edital n°01/2017 seja suspenso até que o gestor regulamente a contratação através de lei e adote as providências adequadas para eliminar as irregularidades relatadas. 

O prefeito do Município de Santa Rosa do Piauí, Veríssimo da Silva, foi notificado da decisão para tomar as providências de suspensão do processo seletivo, que deverão ser comprovadas em até cinco dias depois do recebimento da notificação. A partir disso, o gestor poderá adotar providências para sanar as irregularidades ou apresentar defesa. 

Fonte: TCE-PI


05 / 02 / 2018 - as 09:58

O Congresso Nacional retoma as atividades nesta segunda-feira (5), com a votação da reforma da Previdência no centro dos debates. Ainda sem consenso entre os parlamentares, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016 é tratada como tema prioritário do ano pelo presidente da República, Michel Temer.

Na Câmara dos Deputados, a matéria está prevista para ser lida em plenário ainda nesta segunda-feira. Segundo o ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, Carlos Marun, outro texto deve ser apresentado pelo relator da matéria, deputado Arthur Maia (PPS-BA). Em uma tentativa de aprovar a PEC, o parlamentar tem reunido novas contribuições ao texto de setores da sociedade ainda descontentes com a proposta.

Apesar dos esforços do Planalto, a votação marcada para o dia 19 deste mês, pode não acontecer nessa data. A pauta de apreciações do plenário é atribuição do presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), que tem afirmado que somente colocará o tema em pauta quando tiver garantia dos votos necessários para aprovação. Segundo o ministro Carlos Marun ainda faltam entre 40 e 50 votos para alcançar os 308 votos favoráveis necessários, em dois turnos, para aprovação da proposta na Câmara. Para entrar em vigor, a medida também deve ser apreciada em dois turnos pelo Senado.

Fonte: Agência Brasil


30 / 01 / 2018 - as 09:20

Uma abordagem da Polícia Civil de Campo Maior e da Polícia Rodoviária Federal flagrou um homem com 33,5 Kg de maconha no posto da PRF, na BR 343, em Campo Maior, na madrugada desta terça-feira (30). Victor Fernando de Oliveira, 21 anos, foi preso e encaminhado a Delegacia. 
 
Os policiais pararam o ônibus da empresa Satélite Norte que seguia de Sinop-MT para Fortaleza. Dois cães foram utilizados para farejar o bagageiro do veículo.  “Os cães farejadores de drogas Titan e Jack acusaram a presença de drogas numa das malas onde foram encontrados 32 tabletes de maconha prensada com peso aproximado de 33,5 kg”, informou a Polícia Civil. 
 
Na averiguação, os policias descobriram que a bagagem pertencia a Victor Fernando. Ele confessou ser o proprietário da mala, mas alegou receberia o R$ 1.000 pelo transporte do produto. “Informou que pegou o entorpecente na cidade de Campo Grande-MS e levaria até Fortaleza-CE e que receberia pelo transporte a quantia de R$ 1.500,00", disse à polícia.
 
 
2ª prisão
Essa foi a segunda prisão em menos de 24h no posto da PRF em Campo Maior. Na segunda-feira (29), uma barreira prendeu o foragido da Penitenciária Major Cesar Jordan Nathaniel Sampaio Melo. Ele é acusado de homicídio e vários roubos em Parnaíba. 
 
Repórter Otávio Neto

25 / 01 / 2018 - as 08:02

Por unanimidade, os três desembargadores da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) votaram nesta quarta-feira (24) em favor de manter a condenação e ampliar a pena de prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex em Guarujá (SP).

Votaram no julgamento, que durou 8 horas e 15 minutos (além de uma hora de intervalo) o relator do processo, João Pedro Gebran Neto, o revisor, Leandro Paulsen e o desembargador Victor dos Santos Laus.

Votaram no julgamento, que durou 8 horas e 15 minutos (além de uma hora de intervalo) o relator do processo, João Pedro Gebran Neto, o revisor, Leandro Paulsen e o desembargador Victor dos Santos Laus.

Em julgamento na sede do tribunal, em Porto Alegre, os desembargadores se manifestaram em relação ao recurso apresentado pela defesa de Lula contra a condenação a 9 anos e 6 meses de prisãodeterminada pelo juiz federal Sérgio Moro, relator da Operação Lava Jato na primeira instância, em Curitiba. Lula se diz inocente.

Os três desembargadores decidiram ampliar a pena para 12 anos e 1 mês de prisão, com início em regime fechado. O cumprimento da pena se inicia após o esgotamento de recursos no âmbito do próprio TRF-4.

Como a decisão foi unânime, o único recurso disponível para a defesa no TRF-4 são os chamados embargos de declaração, que não têm poder de reverter a condenação, mas somente esclarecer ambiguidades, pontos obscuros, contradições ou omissões no acórdão (documento que oficializa a decisão).

A defesa, no entanto, ainda poderá tentar inocentar Lula nas instâncias superiores (Superior Tribunal de Justiça e Supremo Tribunal Federal). Mas, após o julgamento dos embargos no TRF-4, poderá ser expedida ordem de execução de sentença. Nesse caso, ao recorrer ao STJ e depois ao STF, Lula já poderá estar preso.

Fonte: G1


18 / 01 / 2018 - as 12:23

O Hospital Regional de Campo Maior (HRCM) recebeu na tarde de quarta- feira equipamentos para melhorar o atendimento na unidade. Aparelhos ultramodernos, no valor de R$ 430 mil para a realização de exames, facilitando ainda mais a saúde preventiva da população.

Estes equipamentos foram adquiridos, por meio de parcerias com somas de forças, estado e município de Campo Maior junto a representações parlamentares. Na oportunidade, foram entregues também equipamentos para duas academias de saúde, ao ar livre, com investimentos de quase R$ 50 mil, oriundos do Tesouro Estadual.

 No momento da solenidade o prefeito Ribinha ressaltou que com esse investimento entorno de R$150 Mil, com equipamentos novos vai garantir aos cidadãos, sejam eles campo-maiorenses ou das cidades ciclo vizinhas, um melhor atendimento. “Com equipamentos mais sofisticados, com intuito de oferecer um melhor atendimento. Agradecemos o governo do estado em nome do secretário Florentino Neto, por está entregando duas academias abertas, para o município de Campo Maior, onde vamos ter condições de está trabalhando a saúde dos campomaiorenses”,disse.

De acordo com o prefeito a montagem das academias será feita em torno do Açude Grande. Ele disse ainda que para a gestão é motivo de alegria em proporcionar um bem estar á população.

A solenidade contou com o secretário estadual de Saúde Florentino Neto, a diretora do Hospital Jardênia Ribeiro, a senadora Regina Sousa, autora das emendas para a aquisição dos equipamentos, o deputado estadual Aluísio Martins e o presidente da Fundespi Paulo Martins, que em apoio ao prefeito Ribinha têm sido parceiros na busca de benefícios a Campo Maior para a melhoria de vida da população.

Com informações Ascom prefeitura


08 / 12 / 2017 - as 11:43

Após se reunir ontem (7) com o presidente Michel Temer, o líder do governo na Câmara, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), disse que a reforma da Previdência deverá ser colocada em votação na Casa no dia 18 de dezembro. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/16, que modifica regras do sistema previdenciário, precisa do apoio de pelo menos 308 votos, em dois turnos, para ser aprovada.

Segundo Ribeiro, se a matéria for aprovada em primeiro turno, a ideia é votar o segundo turno ainda antes do recesso parlamentar, que se inicia no dia 23 de dezembro. A votação no Senado ficaria para o ano que vem.

Inicialmente, a previsão do governo e da base aliada era votar a proposta já na semana que vem. De acordo com Ribeiro, a decisão de adiar a votação foi feita por "prudência" e com o objetivo de se consolidar o apoio e os votos necessários para a aprovação da reforma. O governo sabe que ainda não dispõe dos votos que precisa e quer ter uma margem de pelo menos 320 deputados favoráveis à matéria.

Segundo o líder, nos próximos dias o governo e lideranças aliadas vão intensificar o trabalho de convencimento dos deputados, mostrando a importância da mudança nas regras previdenciárias, "desmistificando" as dúvidas e críticas ao texto para alcançar o mínimo de votos necessário à aprovação.

“Foi feita uma avaliação de que nós devemos ter mais uma semana para melhorarmos ainda mais o ambiente, que já melhorou, mas precisamos avançar para conquistar ainda mais os votos necessários à aprovação da reforma. Nós, com o esclarecimento, vamos conseguir os votos, desmentindo as inverdades que são dirigidas à reforma da Previdência", afirmou.

Também participaram do encontro, no Palácio do Planalto, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, os líderes do DEM, Efraim Filho (PB), do PP, Arthur Lira (AL), do PRB, Cleber Verde (MA), e o deputado Beto Mansur (PRB-SP), um dos principais articuladores do governo na Casa.

Ribeiro disse ser preciso esclarecer que a reforma não retirará direito dos aposentados e não vai endurecer as regras para os trabalhadores rurais. Ele não quis citar os números atuais da planilha em que o governo contabiliza os votos dos deputados que já apoiam a reforma, mas  afirmou que a "meta de segurança" é ter mais de 320 votos para colocar o texto em votação no plenário. "Nós estamos, se fosse numa campanha política, numa crescente, em um ambiente que vem melhorando a cada dia", disse.

Sobre a liberação de emendas e outros pedidos para convencer os parlamentares a votar a favor da PEC, Ribeiro justificou que a execução orçamentária faz parte do calendário. Ele defendeu que a economia está se recuperando e que a aprovação da reforma da Previdência é essencial para que o Brasil continue nessa perspectiva.

"[Há uma] conjunção [de fatores], exatamente pela perspectiva de poder aprovar a Previdência. Porque, se não aprovarmos, ninguém também pense que teremos recursos para enfrentarmos investimentos no país. No momento, por exemplo, que os prefeitos brasileiros têm dificuldades para fechar o caixa para pagar o 13º dos seus funcionários, o presidente acenou com liberação de R$ 2 bilhões para fazer com que a economia também ande”, disse.

Fonte: Agência Brasil

 


28 / 11 / 2017 - as 14:21

A prefeitura de Campo Maior vai receber no próximo mês de dezembro cerca de R$ 475 mil reais de repasses do governo federal. Além da cidade, pelo menos 19 municípios da região dos carnaubais também vão receber os incentivos, compreendendo um valor de quase 4 milhões de reais.

A ajuda veio em boa hora e está sendo comemorado pelos prefeitos que estão enfrentando grandes dificuldades para fechar as contas no final de ano.

Confira abaixo o valor dos repasses de cada município:

BOA HORA – R$ 142.768,07

BOQUEIRÃO DO PIAUÍ – R$ 142.768,07

CABECEIRAS DO PIAUÍ – R$ 190.357,43

CAMPO MAIOR – R$ 475.893,58

CAPITÃO DE CAMPOS – R$ 190.357,43

CASTELO – R$ 285.536,15

COCAL DE TELHA – R$ 142.768,07

JATOBÁ DO PIAUÍ – R$ 142.768,07

JOSÉ DE FREITAS – 428.304,22

JUAZEIRO DO PIAUÍ – R$ 142.768,07

NOSSA SENHORA DE NAZARÉ – R$ 142.768,07

NOVO SANTO ANTONIO – R$ 142.768,07

SÃO MIGUEL DO TAPUIO R$ 285.536,15

SIGEFREDO PACHECO – R$ 142.768,07

BOQUEIRÃO DO PIAUÍ – R$ 142.768,07

ASSUNÇÃO – R$ 142.768,07

BURITI DOS MONTES – R$ 142.768,07

COIVARAS – R$ 142.768,07

SÃO JOÃO DA SERRA – R$ 142.768,07 

 
 


PUBLICIDADE