03 / 08 / 2018 - as 14:45

Venho por meio desta nota comunicar a todo povo piauiense e à imprensa, que eu e Aluísio Martins nos unificamos em torno de apenas uma candidatura onde disputarei o cargo de Deputado Estadual.
 
 
 
Fizemos toda pré-campanha com a condição do Partido dos Trabalhadores sair em chapa pura. No entanto, houve uma mudança nos rumos da conjuntura e a coligação será com todos os partidos em um chapão. Desta forma, o cenário muda e por conta disso optamos por essa decisão acreditando que estrategicamente é melhor para todos.
 
 
 
Tinha inúmeras bandeiras para defender o nosso país lá no Congresso Nacional, com foco principal na tecnologia e capacitação do homem do campo, pois temos a convicção que esta é a melhor estratégia para o crescimento econômico do Piauí. No entanto, estamos adiando nossos planos. Vamos continuar com essa nossa bandeira, porém agora a nível de Estado na Assembléia Legislativa do Piauí.
 
 
 
Tivemos uma crescente evidente na nossa trajetória política. Nos elegemos duas vezes deputado estadual e duas vezes prefeito de Campo Maior. Creio que esses resultados positivos em nossa carreira foram frutos de um reconhecimento popular da nossa conduta e o trabalho que desempenhamos sempre tratando bem as pessoas. Vamos manter a mesma linha de trabalho com respeito principalmente aos mais humildes.
 
 
 
Atenciosamente
 
Paulo Martins
 

03 / 08 / 2018 - as 14:34

Comunico à minha família, aos amigos, aos líderes de nosso grupo político e aos milhares cidadãos que confiaram em mim para representá-los na Assembleia Legislativa do Piauí, bem assim à imprensa, que, além dos motivos de ordem pessoal e profissional e por conta das mudanças nos rumos da coligação do PT de chapa pura para chapão com todos os partidos que apoiam a reeleição do Governador Wellington Dias, eu e Paulo Martins decidimos nos unificar.
 
Em razão dessa alteração na conjuntura, nosso grupo lançará apenas a pré-candidatura de Deputado Estadual, cujo nome que irá concorrer a disputa será Paulo Martins que já ocupou cargos importantes como o de Prefeito de Campo Maior, Deputado Estadual e Presidência da Fundação dos Esportes do Piauí (Fundespi) tendo com isso acumulado uma vasta experiência na vida pública.
 
Em toda minha história sempre mantive uma conduta retilínea e ilibada, seja na vida familiar, acadêmica, profissional e mais ainda na vida política. Em nome da consolidação de nosso grupo político decidi abdicar da reeleição visando como foco a vitória de todos nós.
 
Tenho a certeza da missão cumprida no exercício do mandato de Deputado Estadual onde apresentamos mais de 100 matérias legislativas durante os 3 anos e meio de mandato parlamentar. Levamos ações nas áreas de infraestrutura, asfalto, calçamento, inclusão social, saúde, educação, lazer e geração de emprego e renda para os mais diversos municípios, em especial aqueles em que fomos votados.
 
Seguiremos nossa caminhada como Advogado da União Federal e Professor da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) e continuaremos lutando e trabalhando pela população piauiense, especialmente a mais humilde, juntamente com nosso grupo político.
Carinhosamente
 
 
 
ALUISIO MARTINS
 
(Trabalho e ética como fins)

 


03 / 08 / 2018 - as 14:22

Depois de uma reunião com o governador do estado, Wellington Dias, ficou acertado que o ex Prefeito de Campo Maior, Paulo Martins, colocará seu nome na convenção de hoje para Deputado Estadual.

Dessa forma, o irmão dele Aluísio Martins fica fora da disputa eleitora,mas Aluísio declarou apoio total à candidatura de Paulo Martins.


02 / 08 / 2018 - as 08:09

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem 68,43% das intenções de voto estimuladas para a Presidência da República no Piauí, apesar de estar preso e ter a possibilidade de ser impedido pela Justiça Eleitoral de participar da disputa das eleições gerais deste ano.

Em segundo lugar vem o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, com 7,21% das intenções de voto estimuladas; seguido pela pré-candidata da Rede à Presidência, Marina Silva, que obteve 3,96% das intenções de voto estimuladas; pelo candidato do PDT, Ciro Gomes, com 3,34% e pelo candidato do PSDB, o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que obteve 1,85% das intenções de voto estimuladas para a Presidência.

O candidato do Podemos à Presidência da República, Álvaro Dias, tem 1,31% das intenções de voto estimuladas; a candidata ao PC do B, Manuela D’Ávila tem 0,53% das intenções de voto; os candidatos João Vicente Goulart (PPL) e Levy Fidelix (PRTB) estão empatados, com 0,18% das intenções de voto estimuladas; os candidatos Henrique Meireles (MDB) e Eymael (DC) estão empatados com 0,09% das intenções de voto estimuladas, mesmo percentual conquistado pela jornalista Valéria Monteiro, que não teve seu nome homologado pelo PMN.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), que desistiu de sua candidatura à Presidência da República obteve 0,40% das intenções de voto estimuladas.

Os eleitores que afirmaram que não sabem em quem votar e não querem opinar representam 6,86% e 5,72% dos eleitores piauienses declaram que irão votar em branco ou nulo.

Este é o resultado da pesquisa do Instituto Amostragem, encomendada pelo Sistema Meio Norte de Comunicação, e realizada nos dias 20 a 23 de julho, com 1.137 eleitores, distribuídos em todas 15 microrregiões do Piauí, definidas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e em 47 municípios (IBGE)- Baixo Parnaíba Piauiense (Batalha, Esperantina, Barras, Piripiri); Litoral Piauiense (Ilha Grande, Luís Correia, Parnaíba); Teresina (Teresina, Demerval Lobão, Altos); Campo Maior (Alto Longá, Castelo do Piauí, Pedro II, Campo Maior); Médio Parnaíba Piauiense (Regeneração, São Pedro do Piauí e Água Branca); Valença do Piauí (Inhuma, Elesbão Veloso e Valença ); Alto Parnaíba Piauiense (Uruçuí, Bertolínia, Landri Sales e Colônia do Gurgueia); Floriano (Guadalupe, Itaueira e Floriano); Alto Médio Gurgueia (Monte Alegre do Piauí e Bom Jesus); São Raimundo Nonato (Caracol, Canto do Buriti, São Raimundo Nonato e Anísio de Abreu); Chapadas do Extremo Sul Piauiense (Avelino Lopes e Corrente); Picos (Santa Cruz do Piauí, Ipiranga do Piauí, Oeiras e Picos); Pio IX (Monsenhor Hipólito e Pio IX) e; Alto Médio Canindé (Patos do Piauí, Massapê do Piauí, Isaías Coelho, Paulistana, Simões, Jaicós e São João do Piauí).

A margem de erro da pesquisa do Instituto Amostragem é de 2,85% para mais ou para menos e com nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada com o número BR-00742-2018, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no dia 26 de julho de 2018.

Fonte: meionorte.com

 


24 / 07 / 2018 - as 13:28

O Candidato a Deputado Estadual, PSOL, Francivando Rosa  esteve hoje, 24, concedendo entrevistas a imprensa de Campo Maior. Ele é Advogado e milita diretamente na região de Valença do Piauí.
Ele defende uma eleição limpa  e que o povo saiba discernir quem, realmente, tem propostas adequadas para melhorar o Estado.
"Percebemos que muita gente que está ai não apresenta sequer uma proposta", afirma o candidato.
  
 

24 / 07 / 2018 - as 12:24

O Deputado Federal que luta pela reeleição Fábio Abreu esteve nessa terça, 24, em  Campo Maior e concedeu entrevista à Rádio Meio Norte, 95.9, e em seguida foi tomar café com os amigos e correligionários  no mercado público.
Ele garantiu que vai continuar lutando pela melhoria da estrutura das polícias militar e civil e disponibilizará emendas destinadas a aquisição de equipamentos para hospitais e compras de novas viaturas.
Uma das bandeiras do Deputado Fábio Abreu para a região dos carnaubais é a UTI do Hospital Regional de Canpo Maior.
"Consegui nos últimos anos destinar mais de 5 milhões de reais de emendas a  vários municípios da região de Campo Maior. Fico muito feliz em poder ajudar essas pessoas que estão sempre reivindicando serviços básicos para esses municípios", afirma Abreu. 
 
 
 

16 / 07 / 2018 - as 09:55

A partir desta terça-feira (17) até o dia até 23 de agosto, o eleitor poderá habilitar-se perante a Justiça Eleitoral para votar em trânsito (fora do seu domicílio eleitoral) nas Eleições 2018. O voto em trânsito pode ocorrer no primeiro, no segundo ou em ambos os turnos, mas somente em capitais e municípios com mais de 100 mil eleitores.

Segundo a legislação, para votar em trânsito, o eleitor deverá comparecer em qualquer cartório eleitoral e solicitar sua habilitação. Basta apresentar um documento oficial com foto e indicar o local em que pretende exercer seu direito de voto. Apenas os cidadãos que estiverem com situação regular no Cadastro Eleitoral poderão votar em trânsito.

Os eleitores que se encontrarem fora da unidade da Federação de seu domicílio eleitoral poderão votar em trânsito apenas na eleição para presidente da República. Já aqueles que estiverem em trânsito dentro da unidade da Federação, porém em município diverso de seu domicílio eleitoral, poderão votar para presidente, governador, senador, deputado federal e deputado estadual.

O voto em trânsito não é permitido em urnas instaladas em outros países. Entretanto, eleitores com título eleitoral cadastrado no exterior, e que estiverem em trânsito no território brasileiro, poderão votar na eleição para presidente da República.

Caso o eleitor habilitado para votar em trânsito não compareça à seção, ele deverá justificar sua ausência, inclusive se estiver em seu domicílio eleitoral de origem no dia da eleição. A justificativa de ausência nos dias de votação não poderá ser feita no município por ele indicado para o exercício do voto.

O voto em trânsito está previsto na Lei nº 4.737/1965 (Código Eleitoral), na Resolução do Tribunal Superior Eleitoral nº 23.554/2017 e no Calendário Eleitoral 2018.

Locais de votação em trânsito

De acordo com a Resolução-TSE nº 23.554/2017, cabe aos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) divulgar em seus sites, até o dia 17 de julho, onde haverá voto em trânsito. Os locais poderão ser atualizados até o dia 23 de agosto.

As seções eleitorais destinadas à recepção do voto em trânsito deverão conter no mínimo 50 e no máximo 400 eleitores. Se o número de eleitores não atingir o mínimo previsto, o TRE agregará a seção eleitoral a outra mais próxima, visando garantir o exercício do voto.

Transferência temporária de eleitores

A transferência temporária para outra seção eleitoral é facultada ainda aos presos provisórios e adolescentes que cumprem medida socioeducativa em unidades de internação, bem como aos eleitores com deficiência ou mobilidade reduzida. O mesmo vale para os integrantes das Forças Armadas, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Ferroviária Federal, polícias civis, polícias militares, corpos de bombeiros militares e guardas municipais que estiverem em serviço por ocasião das eleições.

Esses eleitores também devem requerer a habilitação para votar em outra seção eleitoral no período de 17 de julho a 23 de agosto. Encerradas as eleições, as inscrições dos eleitores que se transferiram temporariamente para outros locais de votação retornam automaticamente para as seções eleitorais de origem.


Fonte: TSE

 

 

 


14 / 07 / 2018 - as 10:13

Mais uma moto recuperada produto de furto e roubo, a mesma foi abordada na localidade passa bem zona rural do municipio de N.S de Nazaré, estava sendo conduzida por. Antônio Erinaldo m. Leite. O mesmo apresentou documentos falsos do veículo,Placa OVX 9090 pop100 cor preta, CB. PM Damião é SD. PM. Calacio.



PUBLICIDADE