06 / 05 / 2018 - as 11:13

Mais de 300 detentos, da região da Grande Teresina, participaram, neste sábado (05), da primeira revisão 2018 do Pré-Enem Seduc. A atividade que prepara para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deu início ao ciclo de revisões anuais nas unidades prisionais do estado.  A iniciativa é realizada entre a secretarias de Justiça (Sejus) e Educação (Seduc) e visa preparar as pessoas privadas de liberdade (PPL) para o exame.

Gestor da Secretaria de Educação, Helder Jacobina, relembra o avanço da inserção de atividades educacionais dentro dos presídio. “Essa parceria tem nos rendido bons frutos. A cada ano aumenta o número de participantes no Enem e no Encceja (exame de certificação para o Ensino Médio). Há algum tempo, realizar atividades como essa era praticamente impossível”, relembra o secretário que destacou ainda a relação de confiança construída ao longo das atividades.

Nos últimos anos, o número de aprovações de reeducandos no Enem tem crescido vertiginosamente. Em 2016, foram 18 aprovações e em 2017, 36 detentos ingressaram no ensino superior por meio do exame.

“O caminho para chegar à liberdade passa pela educação. Quem não tem acesso à educação está, de certa forma, preso, ainda que esteja em liberdade. O que queremos é reafirmar o nosso compromisso, o compromisso do governador Wellington Dias, dos nossos servidores da Justiça e todos os demais envolvidos com a ressocialização através da educação”, destacou o secretário de Justiça, Daniel Oliveira. 


Interior
No dia 19 de maio será a vez dos reeducandos da Penitenciaria Mista Juiz Fontes Ibiapina, em Parnaíba. Até o exame, em novembro, acontecerão revisões nas unidades prisionais de Picos, Oeiras , Floriano, Bom Jesus e Esperantina.

Disciplinas
Como as revisões de 2017, serão ministradas no ciclo de preparação aulas das disciplinas de química, física, matemática, linguagens, biologia e redação. O material, com o caderno de questões, é fornecido pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), que também envia a equipe de professores e do Canal Educação. O projeto é desenvolvida em parceria com a Secretaria de Justiça do Piauí (Sejus).

 

 

 

 


05 / 05 / 2018 - as 14:00

Marília Mendonça radicalizou no visual. A rainha da sofrência mudou completamente a sua aparência após perder alguns quilos. Além de exibir a silhueta mais fina, a cantora clareou os cabelos e aderiu a um penteado mais curto, na altura dos ombros. Na noite desta sexta-feira (4), a estrela do sertanejo compartilhou o resultado da sua transformação com os fãs no Instagram.
 
"Tcharam! Está aí minha mudança... já tinha estipulado uma meta comigo mesma, de que quando chegasse em um ponto da reeducação alimentar, ia realizar meu sonho de ter cabelo curto... Queria voltar a ser loira também e fazer um corte bem leve, com movimento e esse profissional maravilhoso fez do jeitinho que pedi", agradeceu ela na legenda da rede social.
 
Marília já havia mudado o sorriso após colocar lentes de contato dentárias. A técnica consiste na colocação de pequenas lâminas de porcelana na frente dos dentes, modificando o formato e a cor dos mesmos. "Respeita o sorriso novo. Sorriso natural e lindo... Chupa Facetune!", brincou ela sobre o editor de fotos.

05 / 05 / 2018 - as 13:42

Foi realizada no último dia 26/04 pelos alunos do estágio supervisionado II (X bloco de enfermagem) da Faculdade CHRISFAPI, em parceria com a equipe responsável pelo CASI juntamente aos idosos, uma manhã de atividades que incluíram aferição de pressão arterial, aplicação de questionário referente a condição dos mesmos como hipertensos e/ou diabéticos e roda de conversa sobre a hipertensão, os fatores de risco que essa inclui e como previni-la.
 
A ação foi recebida pelos mesmos com muita alegria e descontração, haja vista os depoimentos durante as atividades.

05 / 05 / 2018 - as 12:26

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começam às 10h de segunda-feira (7) e vão até o dia 18 de maio. Mesmo os candidatos que pediram isenção da taxa de inscrição no Enem devem se inscrever, na Página do Participante.
 
O pagamento da taxa de inscrição para quem não conseguiu a isenção, no valor de R$ 82, pode ser feito até o dia 23 de maio, nas agências bancárias, casas lotéricas e agências dos Correios.
 
Para fazer a inscrição, o participante deverá apresentar o número do CPF e do documento de identidade e criar uma senha. O número de inscrição gerado e a senha cadastrada deverão ser anotados em local seguro, pois serão solicitados para o acompanhamento da situação da inscrição na Página do Participante. Esses dados também serão usados para consulta do Cartão de Confirmação da inscrição e para a obtenção dos dados individuais dos candidatos.
 
Na hora da inscrição, o candidato deverá informar um endereço de e-mail válido e um número de telefone fixo ou celular, que serão usados para enviar informações sobre o exame. Também deve ser indicado o município onde o candidato quer realizar o exame e a língua na qual quer fazer a prova de língua estrangeira (inglês ou espanhol).
 
Atendimento
 
O candidato que necessitar de atendimento especializado ou específico deve fazer essa solicitação no ato da inscrição. O atendimento especializado pode ser pedido para pessoas com problemas como baixa visão, cegueira, deficiência física, deficiência auditiva, deficiência intelectual, dislexia ou autismo.
 
O atendimento específico pode ser solicitado para gestante, lactantes, idosos, estudantes em classe hospitalar ou com outras condições específicas.
 
Os candidatos travesti ou transexuais que desejarem também poderão pedir atendimento pelo nome social.
 
Provas
 
As provas do Enem deste ano serão realizadas em dois domingos, nos dias 4 e 11 de novembro. o primeiro dia da prova, que reúne redação e questões de linguagens e ciências humanas, terá cinco horas e meia de duração e o segundo dia, com questões de ciências da natureza e matemática, terá cinco horas.
 
Os resultados do Enem poderão ser usados em processos seletivos para vagas no ensino superior público, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).
 
Fonte: Agência Brasil 

05 / 05 / 2018 - as 12:19

O Ministério Público do Piauí (MPPI) instaurou um inquérito cível público e lançou edital solicitando que os consumidores apresentem, na 31ª Promotoria de Justiça, comprovação referente à demora no atendimento em agências bancárias em Teresina. O edital foi lançado ontem (04) e está disponível no site do órgão (clique aqui).
 
De acordo com a titular da 31ª Promotoria, a promotora de Justiça Gladys Gomes Martins de Sousa, destaca que as instituições financeiras precisam obedecer a parâmetros legais que estabelecem um tempo para o atendimento de clientes nas agências bancárias. 
 
Para o MPPI, o objetivo dessa convocação é verificar junto aos consumidores se os bancos estão cumprindo a legislação sobre o atendimento em suas agências. 
 
“Se apurou no curso do presente procedimento extrajudicial que as instituições financeiras situadas em nossa capital, de forma reiterada e abusiva, vêm descumprindo a Lei Municipal nº 2.743/98, que garante o limite de espera em tempo razoável pelas agências bancárias, que foi fixado em até 30 (trinta) minutos em dias normais e até 45 (quarenta e cinco) minutos em véspera ou após feriados prolongados”, ressalta a promotora no edital.
 
“O procedimento extrajudicial tem por fim investigar o descumprimento da Lei Municipal nº 2.743/98 pelas instituições financeiras situadas em âmbito local. Ademais, convoca aqueles que forem lesados a encaminhar documentação comprobatória, consistente em comprovantes de atendimento em tempo superior a 30 (trinta) minutos em dias normais e até 45 (quarenta e cinco) minutos em véspera ou após feriados prolongados, a fim de subsidiar a atuação deste órgão”.
 
Na última quinta-feira (3), um internauta enviou uma foto de uma agência bancária, localizada no Centro de Teresina. Ele relatou que muitos clientes desistiram do atendimentou ou sentaram-se no chão devido a demora no atendimento, as longas filas e a falta de cadeiras para atender a demanda.
 
"Passei a maior humilhação, sem cadeira, sem estrutura, filas enormes e péssimo atendimento", lamentou o internauta Eliézio Silva. 
 
Envio da documentação 
 
A documentação comprobatória poderá ser enviada, preferencialmente, ao correio eletrônico desta 31ª Promotoria de Justiça: 31pjconsumidor@mppi.mp.br.
 
O Ministério Público ressaltou que os comprovantes de atendimento poderão ser solicitados aos funcionários das instituições financeiras, que deverão certificar de maneira imediata e idônea (no mesmo papel da senha que contém a hora de chegada, ou em outro separado), a data e a hora exata do atendimento do cidadão, com a identificação de que se trata de certificação do banco.
 
 
fonte:cidadeverde.com 

01 / 05 / 2018 - as 09:37

A loja Mundo dos Calçados localizada na avenida Demerval Lobão em Campo Maior mudou de endereço para proporcionar aos clientes instalações melhores e um conforto só visto em shopping de Teresina.
 
A inaguração aconteceu nessa manhã de segunda feira, 30, e teve a participação de banda e um público curioso para saber das promoções e dos produtos.
 
O Empresário Evaldo juntamente com sua esposa Luzia mostram que os empreendedores de verdade precisam desafiar um momento ruim na economia para crescer.

29 / 04 / 2018 - as 12:05

A ex-Gata Molhada e bailarina de bandas de forró de Teresina, Henrieth Solara Cardoso Rodrigues, mais conhecida como “Sol”, de 30 anos, morreu às 16h30 de sexta-feira (27), em um acidente automobilístico ocorrido no município de Olho D´Água das Cunhães, no Maranhão. Ela chegou a ser rainha de bateria de escola de samba de Teresina e morava no bairro São Joaquim, na zona Norte da capital piauiense.

De acordo com informações, o acidente aconteceu nas proximidades do povoado Taboca, na BR-316. Ela e o companheiro Emerson Cardoso de Oliveira de 38 anos, morreram quando o automóvel Sandero perdeu o controle, capotou e caiu dentro de um açude.

Populares que passavam pelo local ainda tentaram socorrer as vítimas. Emerson Cardoso de Oliveira, que conduzia o veiculo morreu no local por conta do impacto e asfixiado pela água. Já Henrieth, ainda chegou a ser retirada com vida, porém veio a óbito.

A causa provável do acidente só será conhecida após a perícia da Polícia Rodoviária Federal. O veículo trafegava no sentido Santa Inês/Bacabal.  Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e esteve no local.

fonte meionorte


27 / 04 / 2018 - as 10:50

No Piauí, seis pessoas morreram vítimas de acidentes no trabalho nos primeiros meses de 2018. Quatro das  mortes ocorreram no setor da Construção Civil. O número é metade do total de mortes durante todo o ano de 2017. A procuradora do Trabalho no Estado, Maria Elena Rego, diz que os dados são preocupantes e poderiam ter sido evitados. 

"O número é preocupante pois nos alerta que o que temos feito não tem reduzido o número de acidentes. O dia a dia nos mostra que os acidentes acontecem sempre em razão do descaso. Não são obras do acaso. São previsíveis e evitáveis", alerta Maria Elena Rego.

Quase todos os acidentes de trabalho estão relacionadas a situações que envolvem altura. Para diminuir os índices, a procuradora diz que as empresas devem adotar uma cultura efetiva de prevenção de acidentes e gerenciamento de riscos.

"Muitas empresas continuam trabalhando com o improviso. Os programas de controle de risco e de acompanhamento da saúde do trabalhador são considerados entraves para a produção. O que acontece na prática é que esses programas são elaborados apenas para mostrar para a fiscalização, depois são engavetados e as empresas não cumprem o que está descrito. O resultado disso são mortes, lesões e adoecimentos, um prejuízo para todos", alerta Rego.

Maria Elena Rego destaca ainda outra consequência do número do acidentes.

"A situação reflete também em prejuízos a economia. Nos três primeiros meses de 2018, a Previdência gastou com tratamento de saúde e pagamento de benefícios a acidentados cerca de R$ 1 bilhão", alerta a procuradora do Trabalho. 

Em todo o país, durante o mês de abril, foram desenvolvidas ações em memória das vítimas de acidentes de trabalho. 

Fonte: cidadeverde.com

 



PUBLICIDADE