30 / 09 / 2014 - as 15:00

A partir desta terça-feira (30), até 48 horas depois do encerramento da votação, nenhum eleitor pode ser preso ou detido. De acordo com a delegada Alexandra Santos, chefe da Polícia Civil em Altos, a exceção vai para casos de flagrante delito, ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou, ainda, por desrespeito a salvo-conduto (Código Eleitoral, art. 236).

“Ressaltamos que as forças policiais do município estarão de plantão neste final de semana. Além disso, teremos o apoio das tropas federais, conforme deliberação do Tribunal Superior Eleitoral”, completou a delegada.

A proibição de prisão de candidatos está em vigor desde o último dia 20 de setembro. No entanto, quem concorre a um cargo eletivo pode ser detido ou preso em caso de flagrante delito. Caso haja eleição em segundo turno para presidente da República ou governador, a ser realizada no dia 26 de outubro, a proibição da prisão de eleitor passa a valer a partir do dia 21 de outubro e também vigora até 48 horas depois do encerramento da votação.

Fonte:

 


29 / 09 / 2014 - as 10:16

Mãe e filho foram baleados próximo a casa onde residem no bairro Tranqueira, em Altos, a 37 km de Teresina. A tentativa de homicídio ocorreu na tarde deste domingo (28) e o acusado, que ainda não foi preso, já foi identificado pela Polícia Militar. 

Segundo o subtenente Francisco Pires, o rapaz baleado identificado apenas como "Leonel" tem várias passagens pela polícia e seria desafeto do acusado. 

"A PM foi acionada por volta da 14h e testemunhas não repassaram maiores detalhes com medo. O Leonel é antigo desafeto do acusado. Ainda não sabemos se a mulher foi baleada porque  suspeito errou ou alvo ou se era a intenção dele atingir a mãe de seu  rival", explica o subtenente Pires. 

De acordo com testemunhas, Leonel foi atingido como dois disparos, sendo um no ombro e outro na coxa. A mãe dele, que não teve a identidade revelada, foi alvejada na perna. 

Os dois foram socorridos pelo Samu e a motivação para o crime será apurada pela Delegada de Polícia Civil Alexandra Santos. O acusado está foragido e a Polícia Militar está em diligência por toda a região. 

Fonte: cidadeverde.com

 


18 / 09 / 2014 - as 15:50

A prefeitura do município de Altos – PI recebeu no mês de agosto de 2014 mais R$ 2,3 milhões do tesouro nacional. Do Fundeb – Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica, foram depositados R$ 1.292.478,14 que atende toda a educação básica, da creche ao ensino médio.

Para o FPM – Fundo de Participação do Município, foram transferidos R$ 1.034.883,56, verba, cujo percentual, dentre outros fatores, é determinado principalmente pela proporção do número de habitantes estimado anualmente pelo IBGE.

Portanto um total dos dois principais repasses a quantia de R$ 2.327.361,70 (dois milhões, trezentos e vinte e sete mil, trezentos e vinte e sete reais e sessenta centavos).

Fonte: tesouro nacional

 


15 / 09 / 2014 - as 16:47

O altoense Ludy Vieira venceu, neste dia 10, em Fortaleza (CE), o X Open Terra do Sol de Jiu Jitsu, na categoria Super Pesado/Faixa Branca. O evento, que recebeu atletas de todo o país, ocorreu no Clube Náutico Cearense.

Com esta vitória, Ludy Vieira se prepara agora para o Panamericano, o campeonato Brasileiro e o Mundial de Jiu Jitsu, em 2015.

O atleta mora em Altos e integra a equipe Nova União, coordenada pelo professor Hélder Mourão, de renome internacional.

Para participar da competição em Fortaleza, Ludy teve o apoio da Prefeitura de Altos e do secretário de Administração do município, Warton Lacerda.

Fonte: 180graus


29 / 04 / 2014 - as 23:57

Coates, que acumula 40 anos de experiência em Jogos Olímpicos e foi chefe do comitê organizador local da Olimpíada de Sydney, em 2000, já fez seis viagens ao Rio como parte da comissão responsável pela supervisão dos preparativos.
 
Ele acrescentou que um dos peritos deslocados para o comitê local era um diretor de projetos de construção.
"O COI adotou uma postura de 'mãos na massa', o que é sem precedentes (na história da instituição), mas não há plano B. Nós estamos indo para o Rio", afirmou Coates.
"Acho que a situação é pior do que em Atenas (em 2004). Até agora, os preparativos da capital grega haviam sido os piores que eu já vi."
"Nós ficamos muito preocupados. Eles não estão prontos em muitas, muitas formas. Nós temos de fazer (esse evento) acontecer e essa é a decisão do COI. Não podemos simplesmente ignorar essa situação", acrescentou ele.
Os preparativos para a Olímpíada de Atenas, em 2004, foram marcados por seguidos atrasos, mas os locais de competição e a infraestrutura dos Jogos foram entregues dentro do prazo.
 
Organizadores dos Jogos Olimpícos de Atenas foram alertados inúmeras vezes pelo COI sobre o andamento dos preparativos. Em uma determinada ocasião, o então presidente da instituição, Juan Samaranch, chegou a ameaçar de tirar a Olimpíada da cidade.
Coates afirmou que a construção nem começou em alguns locais no Rio, no que serão os primeiros Jogos Olimpícos na América do Sul, enquanto o cronograma de infraestrutura sofreu atrasos significativos e a a cidade possui "questões sociais que precisam ser resolvidas".
Ele acrescentou que o comitê organizador do Rio possui o mesmo número de funcionários - 600 - do que Londres (que sediu os Jogos de 2012), mas que, no entanto, não têm a mesma experiência.
 
"Quanto tempo levará entre os locais de competição?", questionou. "Eles estão sendo iludidos. Ninguém é capaz de dar respostas neste momento", disse.


PUBLICIDADE