23 / 04 / 2016 - as 12:23

Uma rádio comunitária da cidade de Castelo do Piauí foi incendiada durante a madrugada desta sexta-feira (22). De acordo Arcanjo Miguel Lira Brandão, diretor da Marvão FM, houve perda total do estúdio.

O diretor disse que os acusados de provocar o incêndio tiveram acesso ao estúdio entrando por trás da emissora e que há fortes indícios de ação criminosa, devido ao forte cheiro de gasolina e artefatos suspeitos encontrados nas proximidades.

“Por volta de 1h fui acordado e informado sobre o incêndio. Quando cheguei na rádio, o fogo consumia todo o estúdio. Fiz uma vistoria no prédio e tudo indica que os acusados pularam o muro por trás da rádio”, afirmou. O prejuízo, conforme Arcanjo Miguel, gira algo em torno de R$ 400 mil, com a destruição dos equipamentos.

“Foi um prejuízo enorme. Acredito que passe dos R$ 400 mil. Queimaram todos equipamentos do estúdio como mesa de áudio, computadores, móveis, transmissor, aparelho telefônico, ar condicionado, aparelho de TV, microfones, , e etc.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, após o incêndio a polícia foi até o local e constatou o imenso cheiro de gasolina no local. Uma equipe de perícia da Polícia Civil deverá ser acionada para fazer o levantamento do incêndio. 

Fonte:campomaioremfoco

 

 

 


29 / 03 / 2016 - as 09:21

Foi liberada a licença prévia para a construção da Barragem de Castelo do Piauí. A liberação foi concedida pela Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado do Piauí (SEMAR).

A licença prévia vem depois de uma audiência pública na Assembleia Legislativa que discutiu com os membros do IDEPI (Instituto de Desenvolvimento do Piauí) e do TCU (Tribunal de Contas da União) o cancelamento da licitação para a construção da Barragem.

O anúncio da liberação foi feito pelo deputado Estadual Antônio Félix, proponente da audiência pública. Com esta liberação da licença prévia, poderá ser feito o edital para a nova licitação, já que, a primeira foi cancelada pelo Tribunal de Contas da União (TCU) por inconsistência no projeto. De acordo com o deputado Antônio Félix os recursos para a construção da Barragem já estão assegurados pelo PAC 2 e a obra deve beneficiar vários municípios da região, entre eles: Campo Maior, Altos, Castelo do Piauí, Teresina, entre outros.

“Ficamos bastante satisfeitos com os encaminhamentos da audiência pública que propusemos ainda no início do mês de março, pois, estamos a frente desta causa há bastante tempo. Agora iremos acompanhar de perto as próximas etapas burocráticas que irão anteceder a construção da Barragem de Castelo do Piauí, obra essa que figura entre as mais importantes do estado.” Declarou Antônio Félix.

A Barragem de Castelo terá a capacidade de armazenamento de 2,6 bilhões de m³ de água e também será possível gerar aproximadamente 40 kW de energia para os municípios da região.

Fonte: cidadeverde.com


22 / 03 / 2016 - as 11:20

Uma mulher de 55 anos foi encontrada morta dentro de casa, nesta segunda-feira (21), no centro da cidade de Castelo do Piauí, a 190 km de Teresina. Francismeire Fernandes de Almeida apresentava hematomas por todo o corpo e marcas de estrangulamento no pescoço. 

A Polícia Militar foi acionada pelo filho da vítima identificado como Cladimar Fernandes da Silva, que teria sido o primeiro a encontrar o corpo. O titular da Delegacia de Castelo do Piauí, Renato Pinheiro, informou que o filho foi conduzido à delegacia para prestar esclarecimentos e apresentava fortes sinais de embriaguez e discurso contraditório. 

Equipes do Instituto Médico Legal (IML) de Teresina foram acionados e levaram o corpo para Teresina.

Fonte: cidadeverde.com


10 / 03 / 2016 - as 16:09

Foi realizada na manhã de hoje (09) uma audiência pública para discutir o cancelamento da licitação que visa à construção da Barragem de Castelo do Piauí. A audiência foi requerida pelo deputado estadual Antônio Félix (PSD), que presidiu a mesma.

A audiência pública teve a presença do diretor geral e do diretor de engenharia do IDEPI (Instituto de Desenvolvimento do Piauí), Francisco Monteiro e Ribamar Bastos, respectivamente, além do representante do Tribunal de Contas da União (TCU), Luiz Emídio Xavier e do prefeito municipal de Castelo do Piauí, José Ismar.

Com o objetivo de saber como estão os procedimentos da licitação que dará continuidade ao processo de construção da Barragem de Castelo, a audiência contou com depoimentos e explicações dos órgãos envolvidos. “A primeira licitação foi cancelada por irregularidades no edital, porém, um novo edital já está sendo concluído, para que possamos dar continuidade no processo de construção da barragem,” afirmou o diretor geral do IDEPI, Francisco Monteiro.

O Tribunal de Contas da União, que cancelou a primeira licitação, emitiu as recomendações necessárias para que o novo edital cumpra todos os requisitos para a aprovação do órgão e se pôs a disposição para acompanhar todo o processo, como afirma Luiz Emídio, representante do TCU. “O TCU fez as recomendações e transferiu de Brasília para o Piauí a secretaria que analisa o edital da licitação, deixando ainda menos burocrático o procedimento de fiscalização.”

Segundo o diretor de engenharia do IDEPI, Ribamar Bastos, só está faltando uma licença prévia ambiental para que o novo edital seja concluído. “Nós atendemos todas as recomendações do TCU e estamos apenas aguardando a licença prévia ambiental, para que possamos concluir o novo edital da licitação e envia-lo para a análise do TCU.” Concluiu o diretor.

Para o deputado Antônio Félix, a audiência pública foi bastante positiva e esclarecedora no ponto de vista burocrático da criação do novo edital para a licitação. “Ficamos muito satisfeitos em constatar que o IDEPI já está concluindo o novo edital de licitação da construção da Barragem de Castelo, ficaremos acompanhando de perto esses processos, já que, trata-se de uma das maiores obras envolvendo o estado do Piauí, que inclusive já está com seus recursos assegurados pelo PAC.” Ressaltou o deputado que requereu a audiência.

 


11 / 02 / 2016 - as 11:35

A polícia da cidade de Castelo do Piauí, 184 Km ao Norte de Teresina, prendeu nesta quarta-feira (10) um homem suspeito de ter estuprado uma menina de nove anos, que estava foragido há um ano. Policiais militares desconfiaram da conduta do homem, que estava em um bar, e o conduziram para a delegacia do município.

Segundo informações do delegado da cidade, Renato Pinheiro, a polícia chegou ao homem após denúncia de populares, que informaram que ele estava apresentando comportamento alterado enquanto bebia em um bar. Após detido, o homem foi encaminhado para a delegacia, onde se descobriu que ele era foragido pelo estupro de uma criança de nove anos.

“Não tivemos muito acesso porque o processo seguia em segredo de justiça, por se tratar de uma menor de idade, mas descobrimos que ele tinha esse mandado”, explica o delegado, que assumiu a delegacia de Castelo do Piauí há menos de uma semana e efetuou, neste caso, sua primeira prisão. “Meu rigor vai ser total em relação com esse tipo de crime, que traumatizou a população de Castelo. Estamos muito felizes de já tirar um estuprador das ruas”, afirma.

O suspeito preso seguirá sob custódia na delegacia da cidade até que possa ser encaminhado para o sistema prisional para cumprir a sua pena.

Fonte: G1 Pi

 


18 / 01 / 2016 - as 11:47

Um bebê de um ano e seis meses morreu afogada após entrar em um tanque na zona Rural de Castelo do Piauí, município a 190 km de Teresina. De acordo com o delegado Laércio Evangelista, os pais deixaram a criança sozinha alguns instantes e ela caminhou até os fundos da casa e entrou em um balde de água.

"A criança foi até os fundos da casa e entrou no tanque que eles usavam como caixa D'água. foi tudo muito rápido e em menos de 10 minutos eles encontraram a criança afogada no tanque", explicou o delegado.

Como a família morava na zona Rural, o bebê não chegou a passar por exames cadavéricos, mas um inquérito foi aberto para investigar as circunstâncias da morte.

"Agora iremos averiguar se houve ou não negligência por parte dos pais", acrescentou Laércio.

 

 


01 / 09 / 2015 - as 08:54

Um homem identificado como Antônio Severo está foragido, suspeito de estuprar uma criança de oito anos em Castelo do Piauí na tarde dessa segunda-feira (31). De acordo com o sargento Gomes, da Polícia Militar da cidade, o homem era amigo da família e teria atraído a garota chamando para colher mangas em sua casa. 

O caso aconteceu na localidade Barras, povoado São Boa Ventura, zona rural de Castelo. De acordo com o sargento, a mãe da garota foi ao Centro da cidade e deixou a filha sozinha. O homem abordou a garota e ela foi até sua casa. 

"Quando a mãe chegou, viu a filha saindo da casa dele e ela relatou o fato. Ainda não foram feitos todos os exames, mas a criança conta que sofreu os abusos", informou o policial. 

Após saber da violência, a mãe da garota procurou a polícia, que desde a noite de ontem até as primeiras horas da manhã de hoje realiza buscas pela cidade, mas o homem não foi localizado. 

O advogado do suspeito procurou a delegacia da cidade e informou que ele deverá se apresentar à polícia em breve. 

Fonte: cidadeverde.com


05 / 08 / 2015 - as 08:24

A titular da Delegacia da Mulher da zona Sudeste de Teresina, Anamelka Albuquerque Formiga, informou nesta terça-feira (5) que a Polícia Civil mantém o mesmo entendimento do juiz Leonardo Brasileiro e do Ministério Público de que os quatro adolescentes participaram da barbárie em Castelo do Piauí.

Documentos mostram depoimentos de internos do Centro Educacional Masculino (CEM) indicando que Gleison Vieira da Silva, 17 anos, teria confessado ter praticado o crime sozinho e que receberia R$ 2 mil caso conseguisse praticar a ação criminosa. 

“Tenho o mesmo entendimento do juiz e não retiro nada do que formulamos no inquérito. Temos provas e robustez da participação do quatro menores. É oportuno para a defesa dizer que apenas um é o autor do fato, pois ele já está morto”, disse a delegada em entrevista ao Notícia da Manhã, desta quarta-feira (05). 

Anamelka Albuquerque reforça que os menores infratores- apreendidos horas após o crime- prestaram depoimento com riquezas de detalhes. 

“No frescor do flagrante, eles falaram até do sentimento ao ver as meninas e relataram que as vítimas eram bonitas, jovens e bem vestidas. A Polícia Civil está tranquila em relação ao inquérito”, reitera. 

Fonte: cidadeverde.com



PUBLICIDADE