28 / 12 / 2017 - as 11:23

Uma tornozeleira eletrônica foi deixada na Central de Flagrantes de Gurupi, sul do Tocantins. O detalhe é que junto com o equipamento foi encontrado um bilhete com o nome do preso e o motivo de ele ter violado as regras de monitoramento. A mensagem diz que Leandro Dias viajou para passar o Natal e o Ano Novo com a família.

O equipamento foi encontrado neste domingo (24) na delegacia. A Secretaria de Cidadania e Justiça informou que a tornozeleira estava com o preso Leandro Dias Sousa desde o dia 30 do mês passado. Ele tinha sido preso por furto, mas estava cumprindo a pena em regime domiciliar, após uma decisão judicial.

Não é possível dizer se foi o próprio preso ou outra pessoa quem deixou o equipamento no local. O bilhete é endereçado para um homem por nome de Lázaro:"Para o Lázaro. Tornozeleira do ex-reeducando Leandro Dias (setor Jardim dos Buritis). Ele viajou, foi passar o Natal e o Ano Novo com a família e trabalhar também".

 Ainda segundo a secretaria, um relatório de violação será enviado à Comarca de Gurupi para que as providências sejam tomadas pela Justiça. Neste caso, o preso pode perder o benefício da prisão domiciliar e voltar para o regime fechado.

Fonte: G1 


27 / 12 / 2017 - as 14:46

Na noite desta terça-feira (26/12), uma quadrilha compostas por quatro homens fortemente armados com armas curtas e longas praticaram assaltos em pelo menos três supermercados na cidade de Angical do Piauí. De acordo com informações, os criminosos estavam em um veículo modelo Corsa Sedan de cor preta. Foram levados nos assaltos dinheiro, whisky e bastante cigarro.

Segundo o GPM de Angical, eles chegavam no estabelecimento, anunciavam o assalto e rendiam os trabalhadores e clientes. Foram levados dinheiro, whisky e bastante cigarro.

Câmeras do circuito interno dos estabelecimentos comerciais registram imagens do momento do assalto.

Uma testemunha informou que quatro comércios foram alvos de assaltos, a PM confirmou três.

Há informações também de que a mesma quadrilha efetuou assalto na cidade de São Pedro do Piauí e outras cidades do Médio Parnaíba. Um veículo também foi tomado de assalto pela quadrilha.

A PM fez um cerco, mas até o momento não há informações sobre prisão dos acusados. As suspeitas são que a quadrilha seja de Teresina.

Fonte: Canal 121


26 / 12 / 2017 - as 10:49

O acidente aconteceu quando o condutor perdeu o controle do automóvel, devido a luz alta de outro carro que viajava no sentido contrário.

Um veículo modelo Corsa desceu o aterro e capotou da rodovia estadual PI-366. O acidente aconteceu na noite de domingo (24/12) na altura da "ponte da baixa do arroz", na zona rural José de Freitas, sentido a Lagoa Alegre-PI. Três pessoas ficaram feridas, uma delas identificada por Antonio de Maria Barros, 29 anos, em estado grave. 

De acordo com o site realidadeemfoco, o acidente aconteceu quando o condutor perdeu o controle do automóvel, devido a luz alta de outro carro que viajava no sentido contrário.

Um dos ocupantes estava sem cinto de segurança e foi sacado pra fora do automóvel, sofrendo uma forte pancada nas costas. Uma ambulância do Hospital de Lagoa Alegre e outra do hospital de José de Freitas, foram acionadas e levaram as vítimas para o Hospital de José de Freitas.

 

Fonte: Portalcampomaioremfoco

 


21 / 12 / 2017 - as 11:10

      Homens estavam em fuga quando pararam em esquina e mataram a vítima (Foto: Lucas Marreiros / G1 PI)

Um adolescente de 17 anos foi apreendido, nessa quarta-feira (20), por suspeita de assassinar Cícero Luís Carlos da Silva, de 48 anos. De acordo com o coordenador da Delegacia de Homicídios, delegado Francisco Costa, o Barêtta, o rapaz confessou ter matado o homem por conta de uma dívida de R$ 10. O crime aconteceu na terça-feira (19) no bairro Buenos Aires, na Zona Norte de Teresina.

“Ele falou que a vítima tinha pedido emprestado o dinheiro para comprar droga e toda vez que ele ia cobrar era ameaçado com um facão. No dia do crime, ele participou de um assalto a uma ótica e quando viu a vítima efetuou o disparo na região das nádegas e ele acabou morrendo”, informou o delegado.

O adolescente relatou à polícia que não tinha intenção de matar a vítima. “Ele disse que atirou para assustar. Que estava passando de motocicleta, voltando do assalto, viu a vítima e atirou”, afirmou Barêtta. O suspeito foi apreendido em sua casa, no bairro Água Mineral, também na Zona Norte de Teresina.

Coordenador da Delegacia de Homicídios, Francisco Barêtta (Foto: Lucas Marreiros / G1)

Segundo o coordenador da Delegacia de Homicídios, o inquérito do caso está agora sob responsabilidade da Delegacia de Segurança Proteção ao Menor (DSPM), conforme determina o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

 

Fonte: G1

 


21 / 12 / 2017 - as 11:00

Um vereador de Montadas, na Paraíba, publicou em uma rede social um vídeo dele se masturbando dentro de uma escola pública. O vídeo foi postado na terça-feira (19) e passou pelo menos 2 horas no perfil do parlamentar. O vereador Sebastião da Costa Silva (PSB) alega que não sabe como postou o vídeo e disse que "foi sem querer”.

No vídeo em uma postagem pública no perfil do Facebook dele, o vereador aparece se masturbando em uma sala da escola estadual Maria José de Sousa, que fica na zona urbana de Montadas. O vídeo teve duração de cerca de 30 segundos e foi espalhado em outras redes sociais depois da publicação, mesmo depois do vereador ter apagado a postagem.

A Polícia Civil informou que ainda não foi noticiada oficialmente do caso e por isso ainda não instaurou inquérito. O G1 não conseguiu contato com o Conselho Tutelar a cidade de Montadas.

Em nota, a direção da Escola Estadual de Ensino Médio Maria José de Souza informou que o fato ocorreu no auditório da escola, no turno da tarde. "Entretanto, as aulas ocorrem nos turnos manhã e noite, desta forma, os alunos não foram expostos a nenhum tipo de constrangimento referente à situação".

O vereador Sebastião da Costa Silva assumiu que é ele quem aparece no vídeo e que o ato ocorreu dentro de uma sala da escola, onde estava só. Ele alega que não sabe como o vídeo foi postado e acredita que tenha ocorrido um toque indevido no “touch screen” da tela do aparelho celular dele, onde a rede social fica logada.

“Foi um equívoco que aconteceu. Nem todo mundo tem controle de manusear o aplicativo. Eu jamais iria publicar um vídeo para me prejudicar. Não mandei para ninguém. O ato normal, porque todo homem faz isso. O vídeo foi gravado em uma sala fechada, onde não tinha presença de ninguém, além de mim. Eu reconheço a falha (por ter feito o vídeo na escola), mas todo mundo que se colocar no lugar vai entender. Agora eu estou sendo vítima das pessoas que estão espalhando esse vídeo”, disse ele.

O vereador disse que estava na escola pública, pois teria participado de um evento no dia anterior e foi ao local para fazer uma limpeza. Sebastião da Costa Silva disse que pretende abrir ações judiciais contra as pessoas que salvaram o vídeo e postaram em outras redes sociais”, disse ele.

Pedido de cassação na Câmara de Vereadores
O presidente da Câmara de Vereadores de Montadas, Cássio Avelino (PSD), disse já foi protocolado um requerimento em repúdio a atitude do vereador e feito um pedido para abertura do processo de cassação do mandato do vereador.

Como o calendário de sessões ordinárias do ano foi encerrado nesta quarta-feira (20), segundo o presidente, as matérias devem ser apreciadas em uma sessão extraordinária até o fim do ano. Caso o contrário, os pedidos só vão entrar em pauta após o recesso da casa, que deve retomar as atividades em fevereiro de 2018.

Fonte: G1


20 / 12 / 2017 - as 14:32

A PM informou que os dois policiais não preservaram corretamente o local do crime. A prisão é cautelar e o dinheiro ainda não foi recuperado.

ois cabos da Polícia Militar do Piauí foram presos cautelarmente, na terça-feira (18), depois que R$ 300 mil, que haviam sido recuperados de um assalto a uma agência do Banco do Nordeste em Teresina, desapareceram. Segundo o sub-comandante da PM-PI, coronel Lindomar Castilho, os dois policiais foram presos por não preservarem a cena do crime.

Segundo o coronel, os dois cabos são lotados no 5º Batalhão da PM, responsável pela Zona Leste da capital, onde o assalto aconteceu. Ele informou que os dois abandonaram por alguns minutos o local onde o dinheiro foi abandonado por um suspeito do assalto, que foi preso.

"Eles foram ouvidos e disseram que descuidaram do local para ir até a viatura com parte do dinheiro, cuidar de outros procedimentos. Mas essa preservação do local até a chegada da perícia é algo que aprendemos no curso de formação, eles alterara a cena", contou o coronel.

Não se sabe ainda como parte do dinheiro sumiu do local. Apenas o banco constatou o desaparecimento ao fazer a contagem do valor. Ao todo, R$ 700 mil foram retirados do cofre pelo homem que tentou assaltar a agência, mas apenas R$ 400 voltaram após a ação da polícia.

"Lá nós temos imagens de câmeras de segurança que talvez mostrem o que de fato aconteceu, então já solicitamos e o Greco [Grupo de Repressão ao Crime Organizado] vai investigar tudo isso", informou.

                      Banco do Nordeste, na zona Leste de Teresina, foi alvo de tentativa de assalto. (Foto: G1 PI)

Família refém

Para realizar o assalto, bandidos sequestraram a tesoureira do Banco do Nordeste que foi levada até a agência para retirar dinheiro para a quadrilha. A Polícia Militar foi chamada ainda durante o assalto e um dos assaltantes foi preso, carregando sacos plásticos cheios de cédulas.

O grupo era formado por cerca de cinco pessoas e quatro conseguiram fugir e ainda não foram localizados. Além da tesoureira, mais seis pessoas de sua famílias, incluindo três crianças, foram mantidas reféns em casa enquanto um dos assaltantes acompanhou a funcionária.

Fonte:G1

 


20 / 12 / 2017 - as 11:35

     Suspeita de abusar de adolescente de 14 anos (Foto: Site Planeta Folha/reprodução)

Uma mulher de 43 anos foi presa na segunda-feira (18) por suspeita de abusar sexualmente de um adolescente de 14 anos em Rolim de Moura (RO), a 402 quilômetros de Porto Velho. Segundo a Polícia Civil (PC), a suspeita e o adolescente, que possui problemas mentais, mantinham relações sexuais há cerca de seis meses. Ainda de acordo com as investigações, após a descoberta do caso por uma professora, a mulher teria incentivado o garoto a envenenar todos na escola.

Conforme o delegado Renato César Morari, da Delegacia Especializada em Atendimento a Mulher (Deam), a suspeita era vizinha da família do adolescente e há cerca de seis meses mantinha um relacionamento com o menino, com o consentimento da mãe dele, que também tem problemas mentais, de acordo com a Polícia Civil. O caso foi descoberto por uma professora que desconfiou do comportamento estranho da vítima.

“Há cerca de duas semanas o adolescente falou para outro colega de sala, de 11 anos, que tinha uma namorada mais velha, e que os dois dormiam juntos e mantinham relações sexuais. Ele ainda convidou o colega para ir à casa da namorada para um encontro a três. O encontro não aconteceu porque uma professora desconfiou do comportamento dos dois e os questionou, quando acabaram confessando o relacionamento com a suspeita”, explica.

Após a descoberta, a professora encaminhou a mãe e o garoto para a direção da escola. A Polícia Militar e o Conselho Tutelar foram acionados e conversaram com a mãe do adolescente sobre o assunto. Um boletim de ocorrência foi registrado para acompanhar o caso.

Delegacia de Rolim de Moura (Foto: Rolnews/Reprodução)

Tentativa de envenenamento

De acordo com o delegado, ao saber que o caso tinha sido descoberto na escola, a suspeita tentou intimidar o adolescente e o orientou a envenenar a professora e o todos alunos do local.

“Descobrimos que o menino levou um frasco de veneno para a escola com a intensão de jogar no bebedouro, banheiro e na horta da escola, porém, ele desistiu do ato porque gostava do pessoal do colégio. Ao ser questionado, ele disse que o veneno tinha sido entregue pela namorada para envenenar todos na instituição pois deveriam morrer porque a professora tinha lhe denunciado”, aponta.

Diante das provas, o delegado Renato César Morari pediu a prisão preventiva da mulher por estupro de vulnerável. “Juntamos os depoimentos e outras provas e pedimos a prisão dela, pois estava abusando sexualmente da vítima que possui deficiência mental. O pedido foi aceito pela Justiça na segunda-feira”, conta.

Consentimento da mãe

Conforme as investigações, a suspeita costumava buscar o garoto na escola e já dormiu várias vezes na casa dele, com a permissão da mãe dele. A mulher que é vizinha da família da vítima nega os abusos. Após a conclusão do inquérito o caso será encaminhado para o Ministério Público de Rondônia (MP-RO).

Fonte: Umarizalense

 


19 / 12 / 2017 - as 14:09

Maurício Lúcio da Silva morreu no momento em que realizava uma trilha com outros motociclistas no trajeto localizado nas cidades de Fartura, Várzea Branca e Anísio de Abreu.

No último domingo (17/12), um homem identificado como Maurício Lúcio da Silva, morreu no momento em que realizava uma trilha com outros motociclistas no trajeto localizado nas cidades de Fartura, Várzea Branca e Anísio de Abreu.

De acordo com informações do subcomandante do 11° Batalhão da Polícia Militar de São Raimundo Nonato, capitão Ivanaldo, no retorno próximo a cidade de Várzea Branca a vítima colidiu contra um cabo de aço que atingiu a altura do seu pescoço fazendo com que ele viesse a óbito no local do acidente.

Segundo testemunhas, o que motivou o acidente foi um caminhão que atolou no local - uma estrada vicinal - próximo a cidade de Várzea Branca e para puxar o veículo do atoleiro o motorista havia chamado máquinas. Para realizar os serviço de puxar o caminhão, foi necessário o cabo de aço que foi acionado justamente na hora em que os trilheiros estavam retornando.

Nas redes sociais pessoas afirmavam que local não estava sinalizado, alertando sobre o perigo na estrada. Mas, de acordo com as informações da Polícia Militar o proprietário do caminhão informou que havia sinalizado o local com galhos de árvores.

Fonte: Portal O Sertão



PUBLICIDADE