11 / 05 / 2021 - 08h41
IBGE: Piauí tem a maior taxa do país de mulheres que sofreram violência física

Dados da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) 2019, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revelam que o Piauí tem a maior taxa do país de mulheres que sofreram violência física.

A pesquisa, que considerou apenas as pessoas com 18 anos ou mais de idade, mostra que cerca de 6,6% das mulheres adultas residentes no Piauí – 85 mil pessoas – informaram que sofreram agressões físicas no período de 12 meses anteriores à data em que foram entrevistadas pelo IBGE.

No país, a média é de que 4,2% das mulheres adultas – 3,6 milhões de pessoas – sofreram violência física no mesmo período. O estado com menor proporção de pessoas adultas do sexo feminino que relataram ter passado por situações semelhantes é a Paraíba, com proporção de 2,4%, o equivalente a 39 mil pessoas.

HOMENS

A Pesquisa Nacional de Saúde mostra, ainda, que entre os homens adultos do Piauí, o índice dos que sofreram violência física no período é 3,9%, o equivalente a 46 mil pessoas e cerca de 2,7 pontos percentuais a menos que as mulheres adultas do estado.

Considerando a população adulta em geral, independentemente do sexo, 5,4% dos habitantes do estado – aproximadamente 130 mil pessoas – sofreram agressões físicas nos 12 meses anteriores à data em que foram entrevistados para a pesquisa.  

VIOLÊNCIA PSICOLÓGICA

No Piauí, cerca de 17,1% dos habitantes adultos – 417 mil pessoas – afirmaram terem sofrido esse tipo de agressão nos 12 meses anteriores à data em que foram entrevistados pela pesquisa. Enquanto 19,1% das mulheres adultas do estado – 246 mil pessoas – passaram por esse tipo de violência, entre os homens adultos a taxa foi de 14,7% - 171 mil pessoas. Os índices são semelhantes no país: cerca de 17,4% da população com 18 anos ou mais de idade já sofreu violência psicológica. Entre os homens adultos, a taxa é de 16% e, entre as mulheres adultas, é de 18,6%. Isso equivale a 27,6 milhões de pessoas, sendo 11,9 milhões de homens e 15,7 de milhões mulheres.

VIOLÊNCIA SEXUAL

Já os relatos de violência sexual são mais baixos, tendo atingido 4,7% da população adulta piauiense alguma vez na vida, o equivalente a 115 mil pessoas. Cerca de 3,4% dos homens adultos do estado – 39 mil pessoas – passaram por uma situação dessa e 5,8% das mulheres adultas – 75 mil pessoas.

A proporção geral do país é superior à do Piauí: cerca de 5,9% da população adulta brasileira sofreu agressões sexuais durante a vida, o que significa 9,3 milhões de pessoas. Entre os homens adultos do Brasil, apenas 2,5% relataram terem sofrido essa violência, enquanto, entre as mulheres adultas, a taxa sobe para 8,9%. Isso representa um contingente de 1,8 milhão de homens e 7,4 milhões de mulheres.

 

com informações do IBGE



Publicidade