21 / 02 / 2019 - as 12:01

A Rádio Meio Norte de Campo Maior é um sucesso na região dos carnaubais e a cada dia que passa cresce também na internet. Uma prova disso, são as dezenas de ligações  e mensagens de watsap , que os apresentadores da emissora recebem diariamente durante os programas.
 
De acordo com o diretor da rádio, Pedro Borges, durante o mês de janeiro, a rádio Meio Norte de Campo Maior, ficou em 25º lugar em acessos pela internet,  em todo o Estado do Piauí. “Só pelo aplicativo Radiosnet tivemos 3.571 acessos, só no último mês de janeiro”, disse.
Pedro Borges acrescenta ainda que os ouvintes que estão em outros estados podem ouvir também a programação pelo aplicativo Rádio Meio norte 95.9 que pode ser baixado no play Store.
 
Confira um pouco da programação diária da Rádio Meio Norte de Campo Maior:
 
As manhãs já começam com o programa Firmamento em sua vida, de 6h às 7h.
Em seguida, entra a palavra do Bispo de Campo Maior, Dom Francisco de Assis com o programa Somos Todos Irmãos.
 
Às 7h05min os jornalistas Pedro Borges e Káttia Rodrigues comandam o Jornal Regional 1ª edição.
 
 
 
As manhãs ficam recheadas com muitas músicas boas, na companhia de Camila Pereira com o Show da Manhã;
 
 
Às 11h00min a bola entra na área com Filho Morais com o programa Esporte em Ação.
 
 
Antes do meio dia, às 11h40min, os ouvintes ficam muito bem informados com o programa Jornal Regional 2ª edição, com Girleudo Silva.
 
 
E para encerrar a programação local, entra no ar o programa Tarde Meio Norte, com Jones Gomes.
 
 
E na recepção Micaeli Lira.
 
 
 

21 / 02 / 2019 - as 10:28

A quinta-feira (21) foi especial para a recepcionista da rádio Meio Norte de Campo Maior,  Micaeli Lira. Ela foi surpreendida com um bolo de aniversário, pelos colegas de trabalho.

“Confesso que não esperava essa grata surpresa, agradeço a Deus por está fazendo esse dia especial, ao lado de pessoas que carinhosamente tem demostrado um carinho por mim”, disse.


21 / 02 / 2019 - as 10:21

Na última segunda feira (18), os jornalistas Pedro Borges e Káttia Rodrigues, repercutiram sobre o lixo colocado em horários indevidos na Avenida Demerval Lobão, no Jornal Regional 1ª edição da rádio Meio Norte.

Na oportunidade foi explicado o posicionamento do secretário de Limpeza, José Carlos, que pediu aos comerciantes que tenham bom senso e só coloquem o lixo fora, próximo do horário de passagem dos garis, que é as 19h.

De acordo com o Código de Postura de Campo Maior, regido pelo projeto de lei Nª 017/2017, há uma tabela de aplicação de penalidades para quem por jogar lixo em logradouros públicos, com valores de acordo com a gravidade da infração, que variam de R$ 53,28 a R$ 213,12. 

Redação do Portal Fato


21 / 02 / 2019 - as 10:05

Hoje (21), por volta das 07hs, os policiais militares do 17BPM foram informados que havia um rapaz sangrando dentro do carro, no Posto Ipiranga, no Bairro Esplanada, zona sul de Teresina. O Cabo Sérgio, juntamente com o Soldado Narciso, foram ao local e constataram a veracidade do fato. A vítima é  Alexandre Anderson Cardoso Cabral, tem 34 anos e é natural de Campo Maior.

Os policiais acionaram o SAMU que prestou os primeiros socorros e foi encaminhado para o Hospital de Urgência de Teresina.

Aguarde mais informações.

Redação Portal Fato


21 / 02 / 2019 - as 08:26

A moradora da comunidade Alto do Meio, Maria, denunciou que os prestadores de serviços do Hospital Regional de Campo Maior (HRCM) estão há quatro meses com os salários atrasados. A denúncia foi feita durante o programa Jornal Regional 1a edição da Rádio Meio Norte de Campo Maior, desta quinta-feira (21).

"O último mês que recebemos foi outubro do ano passado, estamos passando necessidades”, disse.

Logo em seguida, o Assessor de Imprensa do HRCM, Daniel Abreu, participou do programa e explicou que existe o atraso sim, mas de apenas dois meses. “Na verdade estamos com dois meses com os salários atrasados devido à problemas com os repasses da Secretaria de Fazenda”, explicou.

Além da resposta no programa, pelo assessor de imprensa, a direção do hospital emitiu uma nota de esclarecimento, onde confirma o atraso de salários em dois meses, na qual esclarece que a situação será resolvida, segundo o diretor Robert Alves.

"O mês de dezembro está programado para ser pago até terça feira da próxima semana". 

Ainda de acordo com ele, o atraso aconteceu por dois motivos." Ajuste na programação da Secretária de Fazenda, isso acontece todos os anos e a segunda por que houve mudança na direção geral , desde o dia 02 de janeiro, com essa mudança, é preciso fazer uma nova liberação de acesso do diretor geral no banco vinculado ao pagamento, ficando só o mês de janeiro, sendo regularizado logo em seguida", finalizou.

 

redação Portal Fato


21 / 02 / 2019 - as 08:22

Dentro de um conjunto de medidas da reforma administrativa para enfrentar as dificuldades financeiras e proporcionar que os serviços públicos continuem funcionando plenamente, um dos projetos de lei complementar enviados pelo governador Wellington Dias à Assembleia Legislativa visa o enxugamento de despesas, sobretudo, no que diz respeito ao crescimento da folha de pagamento que, segundo o secretário de Administração, Ricardo Pontes, é um dos maiores desafios financeiros do atual momento.

Ricardo Pontes informa que a evolução da folha de pagamento, incluindo servidores ativos, inativos e pensionistas, tem superado a inflação do país. Entre 2011 e 2018, a folha de pagamento cresceu 113,80%, enquanto a receita corrente líquida 70,02%, e a inflação acumulada do período foi de apenas 49,27%.

Segundo cálculos do secretário, caso as despesas com pessoal tivessem crescido na proporção da inflação, a folha do Estado teria um custo de R$ 1,4 bilhão a menos por ano. O levantamento constatou ainda que a remuneração média dos servidores aumentou 117% no período (2011- 2018). 

Devido ao crescimento da folha, o Estado está, atualmente, acima do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), com um percentual equivalente a 48,5% de sua receita comprometida com o pagamento de pessoal, sendo que o limite prudencial indicado pela lei para os Estados é de 46,55%. Com esse limite extrapolado, o Estado está impedido de conceder aumento ou fazer contratações.

Com a reforma administrativa, o Governo do Estado terá possibilidade de cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e cumprir determinações do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que notificou o Estado a não conceder vantagem, aumento, ajuste ou adequação ou qualquer título, salvo os derivados de sentença judicial ou de determinação legal ou judicial. 

Em obediência à LRF, o Estado também está impossibilidade de criar cargos, emprego ou função e também não poderá alterar a estrutura de carreira que implique em aumento de despesa. Além disso, o Estado não poderá prover cargo público, admitir ou contratar pessoal a qualquer título, salvo para reposição decorrente de aposentadoria ou falecimento de servidores das áreas de educação, saúde e segurança.

Para adequação à LRF, a meta é conter despesas com pessoal, reduzir pagamentos de diárias, horas extras, progressão, enquadramentos, promoção e reajustes, obedecendo limite e plano da LRF. “Vamos seguir com revisão da folha de servidores ativos, aposentados e pensionistas. Revisão e redução do quadro de substitutos com Pessoal para áreas fim, cessão somente com ônus para órgão de origem do servidor, revisão de disposições para o Estado”, explica Ricardo Pontes.

Folha de pagamento será revisada

A medida, que terá validade de um ano, também se estende aos enquadramentos previstos em lei para os servidores públicos, independentemente da situação dos processos administrativos. O reajuste de remunerações e subsídios de todas as categorias de servidores públicos estaduais também não poderão sofrer acréscimos enquanto a despesa superar os limites propostos pela LRF. A exceção para a medida é a revisão da remuneração dos servidores públicos estaduais para a garantia do salário mínimo nacional.

De acordo com Ricardo Pontes, o projeto de lei é uma medida essencial para o equilíbrio financeiro do Estado. “Esta medida é necessária pois, na situação em que estamos, acima do limite prudencial da LRF, não podemos aumentar a folha em nada. O prazo de um ano que estamos pedindo para a Assembleia é para adequar as nossas contas e finanças, a fim de termos um maior equilíbrio para, a partir do ano que vem, fazermos novas promoções, conceder aumentos e garantir recursos para investimentos”, disse o secretário da Administração e Previdência.

“Essa iniciativa foi gerada porque, dentro das nossas projeções, este será um ano de muita dificuldade para manter a folha e continuar com o equilíbrio financeiro. Ao longo desses anos, temos mantido o equilíbrio, pagando as contas e todo o esforço que estamos fazendo é para continuar com o equilíbrio. Sabemos que são medidas duras, mas são medidas necessárias para o conjunto da sociedade piauiense”, finaliza o secretário.

Fonte: CCom


21 / 02 / 2019 - as 08:06

Foi presa a quadrilha que tentou assaltar a agência do Bradesco em Castelo do Piauí na última terça feira(19), o bando é composto por pelo menos 5 homens e 1 mulher.

O grupo tocou o terrou no município, onde metralharam duas viaturas da Policia Militar, que se encontravam estacionadas na guarnição e depois empreederam fuga. Os policiais militares que estavam no local passaram um verdadeiro sufoco com o intenso tiroteio e perseguiram os mesmos até a prisão.

Aguardem mais informações...


20 / 02 / 2019 - as 17:15

A audiência de instrução e julgamento da dentista Delzuite Ribeiro de Macêdo, foi marcada para o dia 27 de fevereiro na 1ª Vara da Comarca de São Raimundo Nonato. O juiz responsável pelo caso será Carlos Bezerra Chagas.  Delzuite está presa na Penitenciária Feminina de Teresina, pelo crime de racismo, injúria, ameaça e lesão corporal contra uma mulher e uma bebê de apenas um mês de vida.

suspeita foi presa no inicio do mês de fevereiro, após um mandado de prisão expedido pela justiça do Piauí. Delzuite já tinha sido presa em junho de 2018, mas foi presa novamente por voltar a fazer ameaças contra as vítimas. O Ministério Público do Piauí resolveu então pedir a prisão preventiva da dentista.

O juiz destacou em sua decisão que é preciso assegurar a aplicação da lei penal, como também o fato de que não se sabe o local onde a dentista está depois de ter acabado o prazo de prisão temporária.

caso repercutiu nacionalmente depois que a denunciada publicou texto de cunho racista em uma rede social. Durante as investigações, apurou-se que a ré ofendeu e ameaçou verbalmente uma colega dentista, prometendo causar-lhe mal. Pouco depois, Delzuite Ribeiro de Macêdo arremessou uma tesoura de costura contra o veículo em que se encontrava a vítima, bem como seu marido e a filha de ambos, que tinha apenas um mês de idade.

meionorte

 



PUBLICIDADE