16 / 07 / 2019 - as 10:58

Na madrugada desta terça-feira (16), uma equipe pertencente ao Batalhão de Rondas Ostensivas de Natureza Especial prendeu três indivíduos por tráfico de drogas, no Bairro Aroeira, na Zona Norte de Teresina.

Por volta das 03h, a RONE 07 patrulhando pelo Conjunto Maria da Inglaterra, visualizou indivíduos em uma motocicleta Bros branca de placa PIB 8678. Foram realizados o acompanhamento tático e a abordagem, onde foram encontradas 21 substâncias análogas ao crack, 07 substâncias análogas a maconha e quatro análogas a cocaína, uma balança de precisão, 10 celulares, uma caixa de som, três relógios e um colar.

O material apreendido e os três indivíduos foram encaminhados para a Central de Flagrantes para os procedimentos cabíveis.

Fonte: Ascom


16 / 07 / 2019 - as 09:16

A lista vai ser única e atingirá as principais empresas do setor: Algar, Claro/Net, Nextel, Oi, Sercomtel, Sky, TIM e Vivo

Entra em vigor nesta terça-feira (16) a lista Não Perturbe para as operadoras de telecomunicações. Os clientes incluídos nesse grupo não poderão ser objeto de ligações de telemarketing de empresas para a venda de serviços, como pacotes de telefonia, acesso à internet e TV paga. A medida foi uma determinação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

As pessoas que não desejarem receber esse tipo de chamada podem incluir seu nome no site criado para a iniciativa - https://www.naomeperturbe.com.br/ -, no ar a partir desta terça-feira (16).

A lista vai ser única e atingirá as principais empresas do setor: Algar, Claro/Net, Nextel, Oi, Sercomtel, Sky, TIM e Vivo. Essas empresas também deverão, nesse prazo, criar e divulgar amplamente um canal por meio do qual o consumidor possa manifestar o seu desejo de não receber ligações.

Segundo a Anatel, se uma pessoa solicitar a sua inclusão e continuar recebendo ligações de oferta de bens e serviços de telecomunicações, ele pode ligar para o número 1331 e fazer uma reclamação. As sanções podem variar de advertência a multa de até R$ 50 milhões.

Outras medidas

Outra decisão da Anatel é que essas empresas não poderão mais efetuar ligações telefônicas com o objetivo de oferecer seus pacotes ou serviços de telecomunicações para os consumidores que registrarem o número na lista nacional a ser criada.

As companhias vão ter de abrir canais para que seus clientes possam solicitar a inclusão no grupo, que passará a não poder mais receber ligações com ofertas de serviços de telecomunicações. Assim, na prática, as empresas ficam impedidas se oferecer seus produtos e serviços utilizando o telemarketing

A agência determinou ainda que as áreas técnicas estudem medidas para combater os incômodos gerados por ligações mudas e realizadas por robôs, mesmo as que tenham por objetivo vender serviços de empresas de setores não regulados pela Anatel. Segundo a Anatel, estudos de mercado estimam que pelo menos um terço das ligações indesejadas no Brasil são realizadas com o objetivo de vender serviços de telecomunicações.

Além dessa iniciativa, a Anatel deve discutir novas ações relacionadas à prática do telemarketing. De acordo com o comunicado do órgão, o Conselho Diretor da autoridade solicitou que a área técnica elabore propostas para limitar os abusos nessas chamadas, mesmo que de outros serviços fora da área de telecomunicações.

Fonte: Portal 180graus


16 / 07 / 2019 - as 09:09

A Justiça Federal recebeu as quatro denúncias do Ministério Público Federal (MPF), no Piauí, contra organização criminosa, composta por 21 pessoas, que atuava no Piauí e Maranhão, fraudando benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

O grupo, preso em maio deste ano pela Polícia Federal, durante a denominada operação “A Grande Família”, continua em prisão preventiva. A fraude, segundo as denúncias do MPF, supera os R$ 26 milhões.

A organização criminosa era estruturalmente ordenada e caracterizada pela divisão de tarefas. O grupo se dividia em quatro núcleos distintos: familiar, operacional-modal, operacional de idosos e de agentes públicos.

O objetivo era obter vantagem econômica, mediante a prática de estelionato qualificado (quando praticado contra entidade pública), falsificação de documento, falsidade ideológica, uso de documentos falsificados, inserção de documentos falsos em sistema de informações, corrupção passiva, prevaricação, corrupção ativa, apropriação de valores de benefícios de pessoas idosas e organização criminosa.

  • Núcleo Familiar - O núcleo familiar era o responsável pelo comando da organização criminosa. Era ele que coordenava a atuação dos demais e também agia pessoalmente na execução de atos criminosos como a obtenção e falsificação de documentos, cartões magnéticos, comprovantes de endereço, operações bancárias, movimentação de valores dos benefícios mantidos ilicitamente e o oferecimento de vantagens ilícitas.
  • Núcleo Operacional-Modal – Era o responsável por realizar os atos determinados pelos líderes, propiciando a manutenção da estrutura criminosa: deslocamento de idosos do estado do Maranhão ao Piauí, bem como o acompanhamento de idosos aos bancos, lotéricas e agências do INSS.
  • Núcleo Operacional dos Idosos – Compareciam as agências bancárias, do INSS e lotéricas, fazendo o uso de documentos falsos produzidos pelos líderes da organização criminosa.
  • Núcleo de Agentes Públicos – Composto por dois servidores do INSS que facilitavam a transferência de benefícios previdenciários do Maranhão para a cidade de Teresina.
  • Modus Operandi – Inicialmente, a organização identificava os falecidos que tinham benefícios do INSS, nos mais diversos municípios do Maranhão. Depois, eles falsificavam os documentos públicos (RGs) com os dados dos segurados falecidos e a fotografia de um dos membros do grupo, em regra idosos, cooptados pela organização.

O grupo então falsificava os documentos e comprovantes de residência alugados ou de propriedade dos investigados e também abria contas-correntes em bancos e casas lotéricas em Teresina, tudo com a finalidade de realizar a transferência dos benefícios para a capital piauiense.

Para conseguir êxito na empreitada, o grupo aliciou dois servidores do INSS, em Teresina, que recebiam valores da organização para realizar a transferência dos benefícios assistenciais.

Como esses servidores realizavam a transferência dos benefícios no sistema do INSS, automaticamente esse sistema reconhecia a atualização como prova de vida. Com isso, o benefício do cidadão que já havia falecido continuava a ser depositado em uma nova conta, aberta na capital piauiense pelo grupo criminoso.

Outras investigações 

As investigações para desbaratar outras organizações criminosas que estão fraudando o INSS continuam no âmbito de inquérito que tramita na Polícia Federal.

Denunciados – Foram denunciados pelo MPF:

Processo n° 17178-58.2019.4.01.4002

  • Leilson Alves da Silva
  • Francisco Alves da Silva Filho
  • Bárbara Tereza Matos Vieira
  • Jesimiel Elionay Silva Holanda
  • Leoneide Firmiano Alves
  • Márcia Cristina Morais Matos
  • Márcia Fernanda Alves da Silva

Processo nº 17177-73.2019.4.01.4002

  • Mateus Victor Braga da Silva
  • Anhaya Koyara da Silva Pereira
  • Leidimar da Conceição
  • Valker José Ferreira Froz
  • Guilherme Henrique Mesquita França
  • Kayro Mateus de Olveira Rocha
  • Thiago Henrique Nunes de Oliveira

Processo nº 17176-88.2019.4.01.4002

  • Francisco Isac de Azevedo
  • João Agostinho do Nascimento
  • Leidimar da Conceição
  • Leoneide Firmiano Alves
  • Leilson Alves da Cunha

Processo nº 16446-77.2019.4.01.4002

  • Eduvirgem Alves da Conceição
  • Maria do Socorro Gomes Pereira
  • Maria Helena Santos Lima
  • Maria da Conceição Carvalho de Oliveira
  • Raimundo Freitas

 Fonte: Portal cidadeverde.com


16 / 07 / 2019 - as 08:46

A carreira na área de Bacharelado em Serviço Social tem foco na coletividade e integração do indivíduo na sociedade.  O curso tem duração média de quatro anos. O objetivo é formar profissionais capazes de entender e analisar a dinâmica social e as dificuldades individuais e comunitárias.

O profissional dessa área é chamado de Assistente Social e atua no combate às desigualdades da sociedade, analisando, acompanhando e propondo soluções para melhorar as condições de vida tanto de crianças e adolescentes quanto de adultos.

Além de agir de forma direta em vários campos e instituições da sociedade, o assistente social pode desenvolver atividades nos domínios privados, governamentais e não governamentais, em áreas como educação, saúde, trabalho e previdência social.

A profissão é regulamentada e, para exercê-la, é  necessário cursar a graduação em Serviço Social em faculdade reconhecida pelo MEC e obter o registro no Conselho Regional de Serviço Social.

Venha para a Faculdade CHRISFAPI! Aqui você estuda com os melhores professores, didáticas modernas e aulas 100% presenciais. Estamos entre as melhores instituições do país!

Além do curso de Bacharelado em Serviço Social, contamos com os cursos de:

  • Odontologia;
  • Nutrição;
  • Educação Física;
  • Administração;
  • Ciências Contábeis;
  • Enfermagem;
  • Direito;
  • Fisioterapia;
  • Engenharia Civil;
  • Farmácia.

É só escolher!

Inscrições: chrisfapi.com.br

Informações: (86) 3276-2981

Vestibular CHRISFAPI

O caminho certo para seu futuro!

Fonte: Ascom Chrisfapi


15 / 07 / 2019 - as 16:54

O Governo do Piauí calcula que 7,5 mil empregos diretos serão gerados nos próximos meses com a retomada de mais de 400 obras em 158 municípios. Essas obras serão tocadas com recursos do empréstimo de R$ 293 milhões da Caixa/Finisa, liberado no dia 8 de julho. Serão feitas intervenções estruturantes de mobilidade urbana e construção ou recuperação de estradas. 

“Assim, o Estado espera amenizar o impacto da crise econômica nacional no Piauí. Se há uma recessão ou mesmo queda na economia, o papel do poder público é anticíclico, é impulsionar investimentos. Por isso, esses R$ 300 milhões liberados pela CEF/Finisa tornaram-se importantes", explica o governador Wellington Dias.

A retomada de obras movimenta toda a cadeia produtiva. O Estado paga as construtoras, que contratam trabalhadores. Esses, por sua vez, passam a consumir e movimentam o comércio, que vende mais e, por isso, compra mais dos fornecedores, seja indústria ou agricultura.

Como as obras são em várias regiões do estado, quase toda a população será beneficiada diretamente: 2,9 milhões de pessoas alcançadas, 90% dos habitantes piauienses. Na área de mobilidade urbana, que inclui pavimentação asfáltica e poliédrica, o valor investido será de R$ 170 milhões. Em estradas, serão outros R$ 117 milhões. Nas obras estruturantes, R$ 28 milhões. O total chega a R$ 315 milhões porque o Estado incluiu R$ 22 milhões que não foram utilizados na primeira parcela do empréstimo, de R$ 307 milhões, liberada em 2017.

A Controladoria Geral do Estado (CGE) calcula que a suspensão das obras por um ano levou um prejuízo de R$ 28 milhões aos cofres públicos. “A paralisação de uma obra consiste em desmontar estrutura, dispensar trabalhadores, recolher máquinas, fora o custo dos insumos, que aumenta com o passar o tempo”, explica o controlador-geral do Estado, Márcio Sousa.

O estudo da CGE sobre os prejuízos envolve três pontos. O primeiro é o reajuste dos valores em razão do bloqueio dos recursos (maio de 2018 a maio de 2019), tomando por base o Índice Nacional da Construção Civil (INCC) - de 4,4452% no período. Só por isso, a lesão ao erário foi de R$ 14 milhões.

O segundo ponto foi o custo com mobilização e desmobilização das obras que tiveram que ser paralisadas. Segundo a CGE, levando em contas dados publicados pelo Tribunal de Contas da União, o prejuízo chegou a R$ 8,2 milhões.

Por fim, o Estado do Piauí arcou com um custo financeiro de R$ 5,8 milhões referente ao desembolso da taxa de comissão (2% do valor global do contrato), tendo recebido apenas 51,16% do valor contratado.

As obras foram suspensas quando o Tribunal de Contas da União (TCU), atendendo a uma representação de deputados da oposição ao Governo do Estado, recomendou que a CEF não liberasse a segunda parcela do empréstimo.

O Estado recorreu da decisão e, em novembro de 2018, o TCU autorizou à Caixa a liberar a segunda parcela. No entanto, somente no dia 8 de julho, após determinação do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região, o banco repassou o recurso à Secretaria da Fazenda do Piauí.

Transcerrados, Uespi e adutora estão entre os principais investimentos

Das mais de 400 obras, as que receberão maior parcela de recursos são a adutora do litoral (R$ 11,2 milhões), o trecho da rodovia entre os municípios de Dom Inocêncio e São Lourenço (R$ 9,8 milhões) e o trecho da estrada Picos - Itainópolis (R$ 6,9 milhões). 

Segundo a Secretaria de Estado do Planejamento (Seplan), várias obras serão concluídas com o dinheiro do empréstimo, como o alargamento da PI-116 (Parnaíba - Pedra do Sal), a PI-375 (Picos - Santana do Piauí) e a PI-112 (Povoado São José e entroncamento com a PI-213, em Porto).

No sul do estado, ação importante para o escoamento de grãos: investimento na Transcerrados (PI-397), em dois trechos. Um na etapa Sebastião Leal - entroncamento para Palmeira do PI. O outro, na rodovia PI-141, ligando Colônia do Gurgueia ao entroncamento com a PI-397. 

Entre as centenas de intervenções, destacam-se ainda a rodovia de ligação do trecho entre Brasileira e a PI-111 (Parque de Sete Cidades); a rodovia que liga Buriti dos Montes à divisa com o Ceará; a construção e reforma do campus da Uespi de Oeiras e a urbanização do Porto de Tatus no município de Ilha Grande, no litoral do Piauí.

Serão beneficiadas também o Porto das Barcas, em Parnaíba; o ensino a distância; a ampliação da Praça Sebastião Rodrigues, em Anísio de Abreu; e a ligação entre os povoados Ema, Felicidade e o município de José de Freitas.

Principais obras que serão retomadas com recursos do Finisa (por território de desenvolvimento):

- Território Planície Litorânea

PI-116 Parnaíba / Pedra do Sal (Av. Beira mar) 

BRr-222 / Domingos Mourão / divisa-CE (pontes)

Rodovia de ligação: entr. BR-343 / Cocal-PI

PI-301 Povoado São Domingos / Povoado Brejinho

Entroncamento da BR-343/Aeroporto no município de Parnaíba

Execução das obras e serviços de engenharia da adutora do litoral

Revitalização do conjunto arquitetônico Porto das Barcas 

Urbanização do Porto de Tatus no município de Ilha Grande

– Território Cocais

BR-222 / Domingos Mourão / divisa CE

Rodovia e Ligação: Entr. Pi-117 (Batalha) /Parque Nacional Cachoeira do Urubu

Rodovia de Ligação trecho: Brasileira / Entr. PI-111 (Parque Nacional Sete Cidades)

PI-112 trecho: Pov São José / Entr PI-213 (Porto) - Três Pontes

PI-111 - Barras / Piripiri

Buriti dos Montes / divisa PI-CE

Rodovia PI-216 trecho: Juazeiro / Milton Brandão

Centro especializado CER

Estação elevatória Piripiri

- Território Carnaubais

PI-120, trecho: ent. PI-115 (São Miguel Do Tapuio) / Povoado Coqueiro / Povoado Brejo da Onça / Pimenteiras

Campo Maior /Coivaras

- Território Entre Rios

Acesso da PI que vai para União para Povoado Divinópolis (Vale do Tucunaré)

PI-113 / Povoado Emas / José de Freitas

PI-367 / Povoado Emas / Povoado Felicidade (José de Freitas)

PI-353, trecho: entr. PI-130 Nazária / Povoado Campestre

PI-225 trecho: entr.Br-316/Passagem Franca do PI/Hugo Napoleão

Contrapartida Maternidade

– Território Vale do Rio Guaribas

PI-245 entroncamento BR-407 Picos / Itainópolis

PI-375 Picos / Santana do Piauí

Rod. Ligação Trecho: São Julião/Povoado Fujona

Contrapartida Bocaina/Piaus

Contrapartida Macrodrenagem Oeiras

Construção, ampliação e reforma do campus da Uespi de Oeiras

Aeródromo de Oeiras 

- Território Serra da Capivara

PI-140 Dom Inocêncio / São Lourenço 

PI 468 trecho entr BR-020/Bonfim do Piauí/Varzea Branca

 – Território Vale dos Rios Piauí e Itaueiras

PI-248 Pavussu/ Rio Grande 

PI-141 entroncamento PI-140 - Canto do Buriti / Brejo do Piauí / São João do Piauí

PI-464 Socorro do Piauí / Pedro Laurentino

- Território Tabuleiros do Alto Parnaíba

PI-397 - Transcerrados:  1ª Etapa - Sebastião Leal / Entroncamento para Palmeira do PI 

Rodovia PI-141, trecho: Colônia do Gurgueia/Entronc. PI-397(Transcerrado)

- Território Chapada das Mangabeiras

PI-255 Entre Curimatá e Avelino Lopes 

PI-280 entroncamento BR-135 / Barreiras do Piauí

PI-392 Bom Jesus /Currais / Serra do Uruçuí / Baixa Grande do Ribeiro - Subtrecho: Estaca 10807 - Baixa Grande do Ribeiro

- Território Chapada do Vale do Itaim

PI - 457 entr. BR-407 (Jacobina do PI) / Povoado Juazeiro do Secundo

 

meionote

 


15 / 07 / 2019 - as 12:36

O profissional formando em Ciência Contábeis é quem analisa números e informações, interpretando-os para sugerir ações estratégicas em empresas. O Contador é um profissional necessário em empresas de pequeno porte até as grandes multinacionais pela obrigatoriedade do controle financeiro mensal e declaração anual.

Estamos falando de uma das áreas que possuem maior empregabilidade, visto sua essencialidade para o funcionamento de diferentes organizações tanto na área privada quanto pública. É o contador que elabora as demonstrações financeiras; controla movimentações de contas, investimentos e empréstimos; faz auditorias em registros contábeis; emite opinião técnica em casos judiciais e extrajudiciais; dentre outras atividades.

Na Faculdade CHRISFAPI você conta com aulas 100% presenciais, os melhores professores e uma grande infraestrutura. Somos nota 4 no IGC, o que nos coloca entre as MELHORES FACULDADES DO PAÍS!

Além do curso de Ciências Contábeis, contamos com os cursos de:

• Odontologia;

• Nutrição;

• Educação Física;

• Administração;

• Engenharia Civil;

• Direito;

• Serviço Social;

• Fisioterapia;

• Enfermagem;

• Farmácia.

É só escolher!

Inscrições: chrisfapi.com.br

Informações: (86)3276-2981

 

Vestibular CHRISFAPI 

O caminho certo para seu futuro!

Fonte: Ascom Chrisfapi


15 / 07 / 2019 - as 12:29

A Câmara Municipal de Vereadores de Campo Maior, em Sessão Solene acontecida na noite desta sexta-feira (12/07) fez a entrega do título de cidadão campomaiorense ao pastor da igreja Assembleia de Deus, Raimundo Pereira de Andrade, honraria ofertada para pessoas que não nasceram em solo de Campo Maior, mas que possuem relevantes serviços prestados à sociedade. A cerimônia aconteceu na própria igreja. Esta foi a primeira vez que a Câmara Municipal realizou uma Sessão Solene fora do prédio legislativo.

Estiveram presentes os vereadores: Fernando Miranda (Presidente da Câmara), Hamilton Segundo, Zé Pereira, Daniel Soares e Luís Lima. A Igreja esteve lotada de fiéis e contou com a participação de dezenas de pastores da Igreja Assembleia de Deus de Campo Maior e de cidades vizinhas, como: Sigefredo Pacheco, Nossa Senhora de Nazaré e Jatobá do Piauí.

Em sua fala, o presidente Fernando Miranda, propositor da Sessão Solene, afirmou que o homenageado liderou inúmeras iniciativas que beneficiaram a população e que o título foi merecido: "O pastor Raimundo é um homem que tem feito um grande trabalho por Campo Maior, salvando muitas almas. Esse título serve para coroar o seu trabalho frente ao nosso povo campomaiorense. Os fiéis evangélicos estão de parabéns", disse.

Logo após a sessão, houve um Culto de despedida do pastor Raimundo Andrade, que foi transferido para Teresina-PI.

Histórico

Nascido em Alto Longá-PI, no dia 11 de dezembro de 1962, o pastor assembleiano Raimundo Pereira de Andrade é casado com Dona Ciléia Costa Garcia de Andrade, com quem contraiu matrimônio no dia 02 de dezembro de 1983 em terras Campomaiorenses e tiveram dois filhos: Silmara e Samuel, ambos nascidos em Campo Maior.

Raimundo Pereira de Andrade possui um vasto histórico de evangelização e trabalho beneficente, levando a palavra de Deus à várias cidades, como Domingos Mourão, Parnaíba, Valença, Coivaras, Barras e Campo Maio, onde transformou o templo central da Assembleia de Deus, tornando-o de uma pequena construção em um templo espaçoso, bonito e confortável, com cadeiras acolchoadas e ar condicionado, além de um perfeito sistema de som, reformando e construindo vários outros templos nas zonas urbana e rural de Campo Maior, bem como casas pastorais para abrigarem os obreiros que pastoreavam determinados campos.

Fonte: Ascom (camaradecampomaior@gmail.com)  


13 / 07 / 2019 - as 10:24

Populares que passavam pelo local avistaram a vitima caída ao solo, debruçada e sangrando por um ferimento no couro cabeludo. Ao lado do jovem estava uma pedra suja de sangue e a sua motocicleta, uma Honda Pop 100, ano/modelo 2010, de cor vermelha. O caso aconteceu às margens da PI-213, rodovia que liga as cidades de Cocal a Viçosa do Ceará, próximo ao monumento de boas vindas da cidade de Cocal, região norte do Piauí.  

De acordo com o pai da vítima, que esteve no local,  provavelmente a moto tenha faltado gasolina e enquanto o seu filho a empurrava, alguém o agrediu com a pedrada na cabeça com a intenção de roubar.

Durante o atendimento, os socorristas constataram que o jovem apresentava sinais de quem ingeriu bebida alcoólica (forte odor etílico), entretanto, não apresentava escoriações em outras partes do corpo e a moto dele estava intacta. Até o momento não se sabe o que ocasionou o fato. 

Fonte: Portal Meio Norte

 



PUBLICIDADE