09 / 08 / 2020 - 09h29
Igreja chama fieis a exercitar mais a fé na celebração dos 258 anos de Campo Maior

Com o evangelho de Mateus 17:14-20 a celebração dos 258 anos de emancipação política de Campo Maior, a aproximadamente 82 km de Teresina (Pi), realizada neste sábado (08.08), o Bispo Francisco, chamou atenção de todos os que assistiram o ato pra a importância da fé. Ele falou que a palavra de Deus nos apresenta um Dom que veio de Jesus Cristo e que nós todos professamos, "o dom da Fé".

E falou da importância dos exercícios espirituais da fé. Citando Santo Inácio de Loiola como criador de alguns deles, afastando-se de tudo para voltar-se à fé. "Ninguém de nós nasce conhecendo, sabendo. O que nós adquirimos é pela experiência, uma experiência depois de outra, feita de forma disciplinada nos dá habilidades", refletiu, mostrando assim como os discípulos, como mostra algumas passagens do evangelho, eles precisavam compreender mais da fé.

Assim também são os cristão, para isto é preciso compreender mais do evangelho, da fé, da disciplina, da prática da oração para amadurecer na fé."Quem tem fé não conhece o impossível", destacou. Disse ainda, que nenhum cristão deve deixar de reservar pelo menos 10 minutos do seu tempo durante o dia para orar. E a falta de disciplina espiritual na oração e do exercício da fé deixa o cristão cada vez mais fraco, vulnerável espiritualmente para enfrentar as realidades interiores, humanas e sociais.

A celebração também abordou um pouco da história da fundação da cidade, que desde a fundação da Fazenda Bitorocara, há mais de 300 anos o povo campomaiorense é marcado pela fé, pela perseverança e valentia de um povo que lutou pela liberdade. O prefeito Professor Ribinha, a primeira-dama Nilzana Gomes e a vice-prefeita Dra.Liége Cavalcante, após a celebração destacaram a importância da fé para vencer os problemas.

Foi citado o que na atualidade mais tem aflingido a humanidade, que é corona virus, Covid-19, que tem ceifado muitas vidas. A celebração contou com a presença de secretários e populares. Por conta da pandemia, não houve aglomeração.

Fonte: Portal de Campo Maior



Publicidade