09 / 02 / 2018 - as 08:37
Polícia Militar expulsa acusado de matar namorada Camilla Abreu
Conselho de Justificação da Polícia Militar (PM) decidiu pela expulsão do capitão Alisson Wattson Nascimento, acusado de matar sua namorada, Camilla Abreu, que era estudante de Direito, no ano passado.
 
O relatório do Conselho de Justificação da Polícia Militar concluiu pela expulsão do capitão Alisson Wattsson dos quadros da instituição.
 
O pai de Camila Abreu, Jean Carlos, afirmou que o Conselho de Justificação da Polícia Militar leu seu relatório pela expulsão do oficial Alisson Watsson, o que tornará mais rápido sua expulsão, o que deixará mais confortável a família com o sentimento de Justiça.
 
A advogada da família, Ravenna Castro, disse que a expulsão de Alisson Wattson seguirá o trâmite com o envio da decisão do Conselho de Justificação Militar, através Procuradoria Geral do Estado, depois para o Tribunal de Justiça.O Conselho de Justificação é composto por dois oficiais sendo dois coronéis e um major, que analisaram o caso dentro de um processo administrativo aberto pela Corregedoria da Polícia Militar.
 
A estudante Camilla Abreu foi assassinada com um tiro na cabeça pelo namorado, capitão da Polícia Militar, Alisson Wattson Nascimento que confessou o crime. A jovem desapareceu no dia 26 de outubro de 2017 e seu corpo foi encontrado na segunda-feira em um matagal na rural de Teresina.
 
Fonte: Meio Norte


   



PUBLICIDADE