22 / 04 / 2019 - as 10:13

O número de mortos nos atentados de domingo de Páscoa no Sri Lanka subiu para 290, informou a polícia nesta segunda-feira (22). Cerca de 500 pessoas ficaram feridas nos ataques que atingiram três igrejas e quatro hotéis no domingo de Páscoa. O governo decretou estado de emergência a partir da meia-noite (15h30 de Brasília).

O porta-voz do governo, Rajitha Senaratne, afirmou que, 14 dias antes dos ataques, relatórios do serviço de inteligência indicaram que eles ocorreriam.

Nenhum grupo reivindicou a autoria dos ataques, mas o governo atribui as ações ao grupo National Thowheeth Jama'ath (NTJ). As autoridades acreditam que os ataques tenham sido realizados com a ajuda estrangeira, por isso, vai pedir ajuda externa para rastrear as ligações internacionais.

As investigações continuam e, até o momento, 24 pessoas foram detidas. Nesta segunda-feira, a polícia encontrou 87 detonadores de bombas na principal estação rodoviária da capital do Sri Lanka, Colombo, e a uma van explodiu perto de uma das igrejas que já tinha sido alvo de ataque no domingo. O incidente ocorreu enquanto o esquadrão antibombas trabalhava para desativar o artefato explosivo. Ninguém ficou ferido.

O presidente Maithripala Sirisena, que estava no exterior quando os ataques aconteceram, declarou estado de emergência no país a partir de meia-noite desta segunda. A medida concederá à polícia e aos militares amplos poderes para deter e interrogar sem ordem judicial.

O governo do Sri Lanka ainda decretou um dia de luto nacional para terça-feira. O país não registrava um cenário de tamanha violência desde o fim da guerra civil há 10 anos.

fonte: G1

 


09 / 03 / 2019 - as 08:42

O maior apagão da história recente da Venezuela levou caos, angústia e incerteza aos moradores de Caracas e de praticamente todos os estados venezuelanos, que ficaram mais de 24 horas sem luz e sem informações concretas sobre o que acontecia no país.

Com a queda da eletricidade na tarde de quinta (7), as ruas de Caracas foram tomadas por milhares de pessoas que tentavam voltar para casa a pé. Houve interrupção total do sistema de transporte sobre trilhos da capital. Os ônibus desapareceram das ruas, e taxistas e mototaxistas subiram as tarifas para até um salário mínimo para corridas rápidas.

O sistema de comunicação, incluindo redes móveis de telefonia e internet, entrou em colapso na quinta e continuaram assim até a tarde de sexta (8).
Parte dos hospitais não conseguiu acionar geradores, e relatos de partos e até de cirurgias feitas sob a luz de celulares e velas se espalharam pelas redes sociais.
Sem informações sobre quando a energia poderia retornar, muitos venezuelanos começaram a cozinhar alimentos que tinham estocado.

O serviço de eletricidade começou a ser restabelecido aos poucos em Caracas e outras regiões da Venezuela por volta do meio-dia de sexta. Mas, em alguns pontos da capital e em outras regiões do país, a retomada do fornecimento foi interrompida e o apagão voltou a essas zonas, constatou a agência de notícias AFP.

O ditador Nicolás Maduro atribuiu o apagão a uma sabotagem na usina hidrelétrica de El Guri, que teria sofrido um ataque cibernético organizado pelos Estados Unidos para desestabilizar o país.

Instalada próximo à fronteira com o Brasil, a usina tem capacidade instalada de cerca de 10 mil gigawatts e abastece praticamente todo o país, além de fornecer energia elétrica ao estado brasileiro de Roraima, que teve de acionar termelétricas locais para garantir o abastecimento.
O autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, acusou o governo de não realizar manutenção no sistema elétrico.

Durante a madrugada, o país já se dava conta de que vivia uma situação inédita. Cortes de luz são comuns em várias partes da Venezuela. Mas um apagão dessa magnitude jamais havia ocorrido -foi mais um marco na profunda crise que a Venezuela enfrenta.

As aulas e os serviços públicos foram suspensos. Sem transporte e sem informação, muitos tentaram chegar ao trabalho – não sabiam que o governo havia declarado uma espécie de feriado informal por conta do colapso do sistema elétrico.

Supermercados, centros comerciais e praticamente todo o comércio fecharam as portas.Em uma padaria no bairro de Sebucan, caraquenhos faziam fila para comprar água mineral. O dono tabelou a garrafa de água de 1,5 litro em US$ 1.
"Só consegue comprar quem tem dinheiro, por sorte eu tinha uma nota de US$ 10 e acho que vou conseguir levar dez garrafas", disse a professora Alícia Martinez, 42.

Fonte: Folhapress

 

 


31 / 03 / 2018 - as 11:53

O papa Francisco celebrou nesta sexta-feira (30) a missa da Paixão de Cristo na Basílica de São Pedro, no Vaticano, como parte dos rituais de Páscoa.  

Diante do altar, o líder da Igreja Católica se ajoelhou e permaneceu em silêncio por alguns minutos se confessando.   

Mantendo a tradição, o pregador oficial da Casa Pontifícia, padre Raniero Cantalamessa celebrou a homilia da missa e fez um apelo aos jovens para evitarem o “conformismo”.   

“Sejam aqueles que seguem a direção oposta. Aqueles que nadam contra a maré. Temos todos os motivos para crer que João aderiu a Jesus quando ainda era muito jovem. Era um verdadeiro amor”, explicou.   

Segundo o padre, “em um mundo de fugitivos, a pessoa que toma a direção oposta parecerá um desertor”. No entanto, os jovens podem mudar essa tendência.   

Cantalamessa falou sobre a importância de dar voz às novas gerações. “Uma tarefa é confiada a você em particular: salvar o amor humano da trágica ferida na qual está terminado. O amor que não é mais dono de si, mas apenas possessão, muitas vezes violento e tirano ao outro”.   

Desta forma, o religioso fez um convite para os jovens não amarem o mundo. Contudo, é preciso se “misturar com este mundo de sofrimento e marginalização que é, paradoxalmente, a melhor maneira de se separar do mundo”. O pregador usou citações do poeta norte-americano Thomas Stearn Eliot, do teólogo luterano convertido ao catolicismo Heinrich Schliere, e até mesmo da primeira encíclica de Bento XVI, na qual o papa apresenta uma reflexão sobre o “amor” em suas diversas dimensões – “eros”, “philía”, “ágape”.   

“Deus revelou-se como ágape, o amor que se dá, mas ágape nunca é separado do eros, amor do desejo e a alegria de ser amado”, explicou Cantalamessa, ressaltando que neste ano, a Igreja deve dedicar aos jovens a capacidade deles conhecerem que a fé é “alegria plena” e “vida em abundância”.   

“O mais importante é fazer os jovens saberem o que Jesus tem para lhes dar. Deus amou o mundo que deu seu único filho à morte. A cruz é para Cristo a sua realidade mais íntima e verdadeira”, explicou.   

Neste ano, a Jornada Mundial também foi dedicada aos jovens considerando que são os principais descartados da atualidade, mas, ao mesmo tempo, a melhor coisa e esperança da vida.   

Francisco tem feito diversos alertas para a juventude não se calar, não ser corrompida e não se acostumar com a corrupção, mas sim dedicar sua vida ao bem.   

Na noite desta sexta, o papa Francisco dará continuidade as celebrações da Páscoa com a cerimônia Via Crucis, no Coliseu.   

Fonte: Terra

 

 


02 / 07 / 2017 - as 19:45

Dezenas de jihadistas do Estado Islâmico foram detidos nas últimas horas pelas forças iraquianas quando tentavam escapar de Mossul misturados entre os civis.

"Dezenas de terroristas deixaram as armas e tentaram fugir infiltrados entre os deslocados", afirmou o comandante da Polícia Federal, Raide Shaker Yaudat, em comunicado. O número de presos não foi divulgado.

As forças iraquianas têm revistado pessoas que deixam a cidade, e a ONG Human Rights Watch denunciou há dois dias que os militares cometem "abusos e execuções" destas pessoas que fogem, com base nos testemunhos dos moradores.

Os extremistas tentaram se camuflar entre os civis que fugiam do centro antigo de Mossul, cidade que era o último reduto do grupo terrorista no Iraque, mas foi retomada recentemente pelas forças iraquianas após três anos.

'Califado' no Iraque e na Síria
 
A retomada de Mossul representa o fim da metade iraquiana do "califado". Foi na cidade que o líder do Estado Islâmico, Abu Bakr al-Baghdadi, proclamou em 2014 o Estado Islâmico em parte do Iraque e da Síria, em um discurso na Grande Mesquita de Al-Nuri, na Cidade Velha.

O vídeo no qual Al-Baghdadi se declarou "califa" (líder de todos os muçulmanos) vestido com mantos clericais negros, do púlpito da mesquita de Al-Nuri, é sua última imagem pública. Antes de perder o controle sobre o centro antigo, os extremistas destruíram a mesquita.

Recentemente, a Rússia afirmou que um ataque aéreo do país pode ter matado al-Baghdadi no dia 28 de maio em Raqqa, cidade síria que é o principal reduto do grupo terrorista no país vizinho ao Iraque.

 

 

 


14 / 03 / 2017 - as 10:21

Uma forte tempestade de neve começou a atingir o nordeste dos Estados Unidos nesta terça-feira (14) provocando cancelamento de mais de 7,6 mil voos e fechamento de centenas de escolas. Cerca de 31 milhões de pessoas estão sob alerta para nevasca, de acordo com a CNN.

O Serviço Nacional de Meteorologia emitiu alertas para Pennsylvania, Nova Jersey, Nova York, Connecticut, Rhode Island, Massachusetts, Nova Hampshire e Maine, de acordo com a Associated Press (AP).

A previsão é de que a nevasca deixe entre 30 e 60 centímetros de neve e que as rajadas de vento cheguem a 88 km/h. Há um alerta para inundação nas áreas costeiras de Massachusetts até Delaware. As escolas da Cidade de Nova York, Filadelfia, Boston estão fechadas, ainda segundo a AP.

A nevasca ocorre, no entanto, após uma semana com um clima ameno incomum para esta época do ano na região.

O último mês foi o segundo mês de fevereiro mais quente já registrado desde o início das medições, em 1895.

Um vendaval gélido atingiu o oeste de Nova York na semana passada e provocou uma queda na rede elétrica que deixou 200 mil pessoas sem luz. Na manhã desta segunda-feira, cerca de 8 mil pessoas continuavam nesta situação, segundo a BBC.

Fonte: G1

 


10 / 03 / 2017 - as 12:16

O Papa Francisco considerou em uma entrevista ao jornal alemão “Die Zeit” publicada ontem (9) que é necessário “refletir” sobre a possibilidade de ordenar os chamados viri probati, homens maduros envolvidos na Igreja e casados.

- Nós também devemos determinar quais seriam suas funções, por exemplo em áreas remotas - detalhou o Papa Francisco, dando forma ao projeto que ele menciona há vários anos.

Muitos na Igreja acreditam que, dada a falta de padres em muitos países, seria necessário criar um novo setor: ao lados dos padres que fizeram os votos de celibato na sua ordenação, recomendam ordenar os viri probati, homens casados, aposentados e com tempo e que construíram um longo compromisso na Igreja.

Estes católicos ansiosos para estar ao serviço da Igreja têm a oportunidade de se tornar diáconos, mas não sacerdotes.

Em várias ocasiões, o Papa argentino já havia afirmado que a proibição da ordenação de homens casados não era um ponto imutável da doutrina.

Bento XVI já havia afirmado que este não era um dogma, como é, por exemplo, a fé na ressurreição de Cristo.

No entanto, o Pontífice sustentou que permitir aos seminaristas escolher o celibato “não era a solução”.

Fonte: O Globo

 


25 / 01 / 2017 - as 10:36

Levantamento divulgado hoje (25) pela organização não governamental (ONG) Transparência Internacional aponta que o Brasil fechou 2016 ocupando o 79º lugar num ranking sobre a percepção da corrupção no mundo composto por 176 nações.

O índice brasileiro foi 40 pontos, dois a mais que o registrado no ano anterior, mas o país ainda ficou três posições abaixo do 76º lugar alcançado em 2015. A escala utilizada pela entidade varia de 0 (altamente corrupto) a 100 pontos (muito transparente).

No ranking atual, o Brasil aparece empatado com Bielorrússia, China e Índia. Dinamarca e Nova Zelândia lideram com 90 pontos cada, enquanto a Somália ocupa a última posição, com 10 pontos. A média global é 43 pontos, o que, segundo a ONG, revela uma espécie de “corrupção endêmica” no setor público de diversas nações.

“Países com melhor pontuação (em amarelo no mapa) são superados de longe por países em laranja e vermelho, onde os cidadãos enfrentam de forma diária o impacto tangível da corrupção”, destacou o relatório. 


24 / 01 / 2017 - as 10:26

Um bebê nasceu com quatro pernas e dois pênis em um hospital da Índia. A mãe, Lalitamma, 23 anos descreveu o filho como "o presente de Deus para nós"e disse que estava relutante em levá-lo para outro hospital para fazer tratamento. Mas, depois de se aconselhar com a sua família, ela e seu filho foram a um centro especializado em Ballari, no oeste do estado de Karnataka.
Lalitamma disse que estava preparada para criar o filho da maneira que ele era. "Meu primeiro filho, nascido há 3 anos é saudável. Somos pobres e não podemos pagar um tratamento caro", disse.
Segundo Dr. Virupaksha, que ajudou no parto disse ao Times da Índia falou sobre o caso. "Perguntei sobre a Família Vijayaganara para o Instituto de ciências médicas, no domingo, e eles me disseram que o bebê estava sendo mantido sob observação, espero que o bebe fique bem e se torne normal”.
Segundo outro médico identificado como Divakar Gaddi, do Instituto uma equipe de cirurgiões  está observando o bebê. "remover os membro é um caso muito desafiador para nós", disse Divakar.
Fonte: Blogandotudo.com


PUBLICIDADE