22 / 11 / 2018 - as 11:32

A investigação sobre os cinco ônibus escolares queimados em Piracuruca (a 196 km de Teresina) aponta para um incêndio criminoso. Uma equipe do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) está no município.

Ao Cidadeverde.com, o delegado Genival Vilela declarou que a equipe já coletou alguns depoimentos de adultos e adolescentes. O incêndio ocorreu no pátio do Centro Integrado de Ensino Fundamental, no bairro Baixa da Ema, no último sábado (17).  

A Greco aguarda o resultado das perícias técnicas, mas o delegado afirma que, diante do que já foi apurado, o fogo não surgiu de uma pane elétrica em um dos veículos.

Segundo Vilela, a polícia possui um suspeito de ter praticado o ato. O delegado acredita que o incêndio foi provocado com o uso de gasolina, mas somente o laudo técnico poderá confirmar a informação. Imagens de câmeras de segurança já estão com a Greco. 

"Os ônibus estavam enfileirados, e o fogo teria iniciado das extremidades para o centro, de ambas as extremidades. Como se tivessem ateado fogo em cada uma das extremidades, e isso sugere algo criminoso porque se fosse problema com a fiação elétrica iria começar por apenas um dos lados", pontua o delegado.

"No pátio havia oito ônibus, mas somente sete estavam enfileirados. Desses sete, cinco foram queimados, que eram, justamente, os que estavam nas extremidades. Os dois mais centrais não foram". 

As aulas na escola chegaram a ser suspensas devido a necessidade de substituição urgente da frota uma vez que  a maioria dos 650 alunos são da zona rural, e necessitam do transporte. A Prefeitura de Piracuruca informou que contrataria ônibus alternativos para cobertura de toda a rota.

Fonte:cidadeverde.com 

 

 


17 / 11 / 2018 - as 12:39

Pelo menos cinco ônibus escolares do município de Piracuruca pegarm fogo neste sábado(17). Os veículos estavam estacionados no pátio do Centro Integrado de Ensino Fundamental, no bairro Baixa da Ema, próximo ao centro da cidade. 

De acordo com as primeiras informações, populares identificaram uma fumaça preta partindo do colégio, quando se aproximaram viram os ônibus pegando fogo. "A polícia vai investigar, mas tem conotação criminosa, já que os ônibus estão nos dois extremos, não dá para dizer que se alastrou de um para o outro. Duas pessoas conseguiram entrar na escola e conseguiram remover dois da frota", informou ao Cidadeverde.com, Jorge Henrique do Portal de Piracuruca, que acompanha os fatos no local. 

A coordenadora do Centro, Gabriela Aguiar, também está no local e disse que a frota tem dez veículos que são utilizados diariamente, já que a maioria dos 650 alunos são da zona rural. 

"Eles estavam parados desde quarta, porque ontem foi ponto facultativo. Não temos ideia do que possa ter acontecido. Além do prejuízo material tem a questão do abalo emocional. É uma tragédia para nossa cidade", relatou a coordenadora ao Cidadeverde.com. 

As polícias Militar e Civil foram acionadas. O delegado Ricardo Freitas informou que está em diligências e aguardando a perícia para depois comentar o assunto. 

"Estamos fazendo os primeiros levantamentos e aguardando a perícia, a princípios os bens foram repassados ao município, por isso começamos as diligências", declara o delegado ao ser questionado se a investigação não seria da Polícia Federal, já que os ônibus são adquiridos com recursos da União.

Fonte: cidadeverde.com

 


14 / 04 / 2016 - as 10:12

O ex-prefeito de Piracuruca Raimundo Vieira seria o condutor do veículo envolvido no acidente que matou a Ana Karuline, 15 anos, na noite do último domingo (10), na PI-110, entre as cidades de Piracuruca e São João da Fronteira. Na manhã de ontem (12), o ex-gestor compareceu espontaneamente à delegacia de Piracuruca com um advogado, mas só deve depor nesta quinta-feira (14). A estudante era última ocupante da moto e andava no veículo com seu noivo e o irmão dele que ficaram feridos.

"Estamos colhendo depoimentos de testemunhas, o que até agora apuramos é que foi uma conduta culposa e não houve dolo. Houve omissão de socorro, mas tudo isso está sendo verifacado", disse o titular da Delegacia de Piracuruca, Ricardo Oliveira.

Em entrevista a um site local, o ex-prefeito teria desabafado: "Niguém faz isso porque quer, foi uma fatalidade. Estou transtornado". O ex-gestor teria dito ainda que foi surpreendido pelo motociclista e não teve como desviar para evitar o acidente. Ele teria fugido do local com medo de um possível linchamento.

Ao comparacer à delegacia, ele foi em um outro veículo, porque o carro envolvido no acidente, supostamente, estaria com defeito. O emblema do carro que colidiu na moto, bem como o limpador de para-brisa foram recolhidos no local da colisão.

O delegado acrecenta ainda que o teste de bafômetro não foi realizado porque a PI-110 não é de jurisprudência da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e também porque o condutor não havia sido localizado.

"Ele se colocou à disposição, mas ontem devido a vários flagrantes de furto, tive que transferir a oitiva dele para amanhã", reitera o delegado.

Fonte: cidadeverde.com
 


29 / 03 / 2016 - as 09:38

Cinco homens fortemente armados invadiram um posto de combustíveis localizado na BR 343, na saída da cidade de Piracuruca, a 196 km de Teresina, nesta segunda-feira (28). Segundo informações do sargento Alves, da Polícia Militar, os homens que estavam encapuzados chegaram em um veículo, amarram o frentista e roubaram o dinheiro que estava com ele, apenas R$ 200.

Ainda de acordo com o sargento, os suspeitos também arrombaram o cofre do local, mas não havia dinheiro e uma televisão foi levada. “Foi um assalto frustrado, me parece na verdade que eles queriam assaltar um banco, mas estávamos fazendo rondas. Então, foram até o posto de combustível, mas tudo o que conseguiram levar foi uma televisão queimada e uma pequena quantia em dinheiro”, contou.

Os criminosos evolvidos no crime não foram identficados e presos até a pblicação desta matéria.

 

Fonte: G1 PI

 


11 / 03 / 2016 - as 13:12

O policial baleado durante invasão da delegacia de Piracuruca na tarde de ontem (10) já foi submetido a cirurgia neurológica e permanece internado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT). Na ação, os criminosos – cerca de 10 homens – invadiram a delegacia da cidade, atiraram no policial que estava descansando e levaram outros dois PMs como reféns, entre eles, o comandante sargento Alves. Antes, os homens assaltaram a agência do Banco do Brasil.

De acordo com uma testemunha, um dos bandidos aparentava estar transtornado e chegou a atirar contra um comparsa. O tiro pegou na virilha. A ação durou cerca de 20 minutos. O diretor-geral do HUT, Gilberto Albuquerque, informou que o suspeito baleado na ação já foi transferido para a enfermaria e que o quadro de saúde dele é estável.

Em coletiva de imprensa no Quartel do Comando Geral o subcomandante de policiamento no interior coronel Antony, descreveu a ação e afirmou que todo o efetivo da região está empenhado nas buscas pelos criminosos.

"Os acusados chegaram na cidade por volta de 14h50 renderam o policial plantonista do hospital que fica no Centro da Cidade e foram ao GPM onde funciona a delegacia e lá renderam os outros policiais. Um dos bandidos bastante alterado disparava a todo momento e esse indivíduo chegou a acertar um dos seus parceiros e um policial na cabeça", contou o coronel.

A fuga foi em direção a Batalha, mas os policiais foram soltos na estrada. O carro do comandante do grupamento foi levado e acabou queimado, os outros dois veículos foram abandonados na estrada.

Fonte: cidadeverde.com


22 / 02 / 2016 - as 10:41

A Polícia Civil de Piracuruca, localizada a 190 km de Teresina, está investigando o envolvimento de quatro adolescentes em um incêndio criminoso ocorrido na última quinta-feira em um prédio histórico onde funcionava o CSU- Centro Social Urbano.

O incêndio iniciou por volta das 23h, mas só foi percebido muito tempo depois, quando as chamas já estavam altas e uma nuvem de fumaça começou a se espalhar pela rua. Populares teriam percebido as chamas e tentado controlar o fogo inicialmente, sem sucesso. A prefeitura ainda forneceu um carro pipa para evitar o pior, mas não adiantou.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros de Parnaíba – a unidade mais próxima da cidade- foi acionada, mas devido a distância, só chegaram muito tempo depois e conseguiram extinguir as chamas rapidamente por volta das 4h. 

Um grupo de adolescentes teria sido visto saindo do prédio pouco tempo antes das chamas. Três foram apreendidos por uma guarnição da Polícia Militar e um deles teria confessado o ato.

Fonte: cidadeverde.com



PUBLICIDADE