16 / 06 / 2019 - as 12:23

Os proprietários da loja Mundos dos Calçados convidaram o Jornalista Pedro Borges para comandar o sorteio da TV ao vivo pela Rádio Meio Norte de Campo Maior, 95.9, e tudo deu certo no Programa Jornal Regional 2ª Edição apresentado por Girleudo Silva.

Com acompanhamento de várias clientes  Pedro Borges leu o nome do sortudo. Trata-se de Jesus do Vale Rodrigues da comunidade São Mateus, Campo Maior. Ele falou com o proprietário do  Mundo dos Calçados e disse que estava ouvindo ao vivo e que a emoção tomou conta do coração dele.

Jesus vai receber a TV 40 polegadas na próxima segunda-feira durante ao vivo para o Jornal Regional 2.a Edição.

redação@portalfato

 

 


14 / 06 / 2019 - as 09:36

O suspeito foi encaminhado para a Central de Flagrantes de Teresina.

Um homem foi preso pela Guarda Municipal de José de Freitas suspeito de cometer um homicídio que aconteceu menos de uma hora antes da prisão, na noite dessa quinta-feira (13). O suspeito confessou o crime, e segundo o guarda, não sabia até o momento da prisão que a vítima havia falecido.

De acordo com o comandante da Guarda Municipal de José de Freitas, George Lancaster, a vítima, identificada como Francisco de Assis, estava sentada na calçada da Rua Sete de Setembro, acompanhado pelo suspeito e um homem idoso. Em determinado momento, vítima e suspeito passaram a discutir.

A vítima tomou uma muleta que o idoso carregava e usou para atacar o suspeito, que reagiu com um golpe de faca. Depois, o suspeito, identificado como Hedson Rogério da Cruz, de 28 anos, fugiu do local a pé. O corte atingiu o peito de Francisco de Assis, que morreu minutos depois.

Ainda de acordo com o comandante George Lancaster, o suspeito tentou fugir andando pela rodovia PI-113, em direção a Teresina. “Uma pessoa passou por ele na estrada e nos comunicou. A gente foi lá e capturou ele”, contou o comandante.

Minutos depois, o suspeito foi encontrado na rodovia e preso. Segundo o comandante, ele havia jogado fora a arma usada no crime, e não sabia que a vítima havia falecido.

“Ele ficou repetindo que só havia dado uma facada. Quando dissemos que a vítima tinha morrido ele já não disse mais nada”, contou o comandante. O suspeito foi encaminhado para a Central de Flagrantes de Teresina.

Fonte: G1 PI


14 / 06 / 2019 - as 09:32

Um jovem identificado por Breno Alves de 18 anos de idade morreu na tarde desta quinta-feira, dia 13, após passar por cirurgia no Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

Breno, sofreu um grave acidente de motocicleta na PI 115 estrada que liga Campo Maior a Castelo do Piauí.

De acordo com amigos da vítima, ele voltava da casa da namorada na noite dessa quarta-feira, dia 12, quando na altura da comunidade Bem Bom colidiu sua motocicleta modelo CG 150 de cor preta, contra um animal que atravessou a pista de repente. Com a colisão o jovem perdeu o controle da moto, bateu a cabeça no asfalto e sofreu traumatismo craniano.

Breno Alves era natural da comunidade Boa Fé, zona rural de Jatobá do Piauí e primo do suplente de vereador Anderson Alves.

A escola onde Breno estudava divulgou nota cancelando o dia letivo dessa sexta-feira, dia 14.

Fonte: Portal campomaioremfoco


14 / 06 / 2019 - as 08:31

Motoristas e cobradores de ônibus vão paralisar a frota a partir das 8h, desta sexta-feira (14). A concentração da categoria ocorre na Rua Areolino de Abreu, em frente ao prédio do INSS, no centro de Teresina. 

A paralisação faz parte da greve geral contra a Reforma da Previdência e reúne centrais sindicais de todo o país. Até o momento não há a confirmação se os comerciantes vão aderir ao movimento.

Fonte: Portal cidadeverde.com


14 / 06 / 2019 - as 08:20

Minuta de projeto de lei sobre a Política de Regularização Fundiária do Piauí foi entregue ao governo.

Por meio da parceria com o Banco Mundial e o Poder Judiciário, o Estado do Piauí avança na regularização fundiária e geração de renda no campo. Mais um passo importante foi dado para que as ações continuem avançando, a entrega da minuta de Projeto de Lei de que dispõe sobre a Política de Regularização Fundiária do Estado do Piauí, que ocorreu em um ato solene, nesta quinta-feira (13), no Palácio de Karnak, onde estiveram presentes autoridades, representantes das comunidades quilombolas e produtores rurais.

A minuta foi elaborada pelo conjunto de representantes das diversas instituições governamentais e movimentos sociais relacionadas à questão agrária no estado participantes do Conselho Consultivo do Núcleo, dentre eles, o Ministério Público Estadual (MPE-PI), a Defensoria Pública do Estado do Piauí (DPE-PI), a Corregedoria-Geral da Justiça do Estado do Piauí e o Instituto de Terras do Piauí (Interpi).

A proposta da nova lei elaborada pelo núcleo é o aprimoramento da lei 6.709, em vigor desde 2015 e que já é considerada como inovadora.

A presidente da Federação dos Trabalhadores Rurais e Agricultores e Agricultoras Familiares de Estado do Piauí (Fetag), Elisângela Moura, comentou a importância dessa lei para o estado. “Essa é uma lei que estamos trabalhando para que possa facilitar o acesso da regularização fundiária dos agricultores familiares. Nós estamos aqui para potencializar e fazer com que possa funcionar, principalmente olhando para os agricultores familiares, aqueles que são posseiros, que realmente estão lá nas áreas há muito tempo e precisam de um título de regularização, até mesmo para poder ter acesso a financiamentos. Então, estamos acreditando que, com certeza, esse é um momento importante e vamos cobrar para que realmente essa minuta possa funcionar, principalmente para aqueles que mais precisam”, disse Moura.

Todo o trabalho de estudo legal, o diálogo e o estabelecimento de parcerias e diretrizes sobre a regularização fundiária vem sendo implementados pioneiramente no Piauí e colocarão o estado como o primeiro no Brasil a construir uma política fundiária digna de garantir e fortalecer a governança fundiária.

De acordo com Elisângela Moura, essa ação irá fortalecer a agricultura familiar no estado. “Sabemos que no Piauí tem muitos agricultores familiares na zona rural, assim como aqui na nossa capital, e muitos ainda moram em áreas que não têm sua regularização, ou seja, nada que comprove que são proprietários da área. Com essa minuta, vamos trabalhar para que essa situação seja ajustada. No Ceará, por exemplo, quase 90% da área fundiária está regularizada e acredito que aqui no estado, em parceria com o Banco Mundial, esse será o momento que temos que aproveitar para fazer também, dando esse olhar para os agricultores familiares", disse a presidente.

O corregedor-geral de Justiça, desembargador Hilo de Almeida, vem acompanhando todo o processo de regularização de terras no Piauí e ajudou a elaborar a minuta que foi entregue hoje, em mãos, para a governadora em exercício Regina Sousa e será enviada à Assembleia Legislativa. Ele ressaltou o que muda com o documento.

“O Poder Judiciário do Piauí, entendeu necessário dar sua contribuição ao enfrentamento desse problema, que se arrasta há décadas: a questão da regularização fundiária no estado do Piauí. Por isso, assinamos com o Governo do Estado esse termo de cooperação técnica, no qual coube ao Tribunal de Justiça, por meio da Corregedoria, trabalhar o marco normativo que vai tratar dessa questão, ao qual nós trabalhamos ouvindo as entidades, a sociedade e produzimos uma proposta de lei. Estamos, hoje, passando para o governador que, evidentemente, depois de avaliar e estudar vai encaminhar para a Assembleia Legislativa", disse o magistrado.

Representando o Banco Mundial, Camille Bourguignon, especialista em Administração Fundiária, falou como esse trabalho em parceria tem sido realizado. “Desde 2014, por meio do projeto Pilares do Crescimento e Inclusão Social, o Banco Mundial está apoiando o Governo do Estado na regularização fundiária e, de forma mais geral, na modernização do Interpi. Essas ações focam nos assentamentos da reforma agrária, no qual muitas pessoas não têm o título definitivo. O projeto apoia ainda a regularização dos territórios das comunidades quilombolas, um grande desafio, mas que estamos avançando na oferta dos títulos para essas comunidades. A minuta não é diretamente vinculada ao projeto, é uma necessidade que surgiu independentemente do projeto, mas dando legitimidade para nosso trabalho, que é complexo, mas com a parceria que temos e a vontade de superar esse desafio, estamos conseguindo”, disse Camille.

O diretor-geral do Interpi, Chico Lucas, destacou o trabalho para que o Estado avance na regularização de terras. “Esse projeto foi construído de maneira coletiva por todos os envolvidos. A questão agrária no Piauí era um assunto pendente e, desde o momento que atores comprometidos iniciaram o trabalho, que essa questão vem se resolvendo. Quando o Judiciário tomou as rédeas do processo, criando a vara agrária de Bom Jesus e acabando com a multiplicidade do entendimento nesse poder, além disso a Corregedoria e, agora, o trabalho da vice-corregedoria, que afastou vários titulares de cartórios que estavam comprometidos com a grilagem, com a fraude, com a expropriação das terras públicas, além do compromisso do Poder Executivo, foi fundamental nesse processo. Essas três ações trouxeram o início da resolução para esse conflito e nós precisamos continuar esse processo a fim de trazer, definitivamente, paz no campo”, ressaltou o gestor.

Segundo a vice-governadora, a previsão é de que a tramitação da lei seja rápida, já que foi discutida com os segmentos interessados. “O processo está quase completo, foi um longo trabalho com a reunião de todos os segmentos, agora a lei tem que passar pela prerrogativa da Assembleia e o Estado tem uma segurança jurídica para executar o que está no projeto”, disse Regina Sousa.


14 / 06 / 2019 - as 08:12

O I período do curso de Educação Física da Faculdade CHRISFAPI realizou, na tarde de ontem, o I Colóquio de Educação Física – COEFI, momento em que puderam expor seus primeiros trabalhos científicos, o que fortaleceu de maneira significativa o conhecimento adquirido durante todo o semestre, sendo a ministrante a Profª. Camila Teles, através da disciplina de Metodologia Científica, marcando presença também durante todo o evento o Coordenador Prof. Jairo da Costa Souza.

Confira imagens!

Fonte: Ascom Chrisfapi


13 / 06 / 2019 - as 12:35

O governador Wellington Dias reuniu-se, nesta quarta-feira (12), em Brasília, com o coordenador de Infraestrutura do Banco Mundial no Brasil, Paul Procee. Na ocasião, foi tratado sobre o novo contrato de financiamento que irá acelerar o Programa Emergencial Financeiro.

Proposto pelo chefe do executivo estadual, o programa se baseia em regras para utilização das novas receitas relacionadas ao gás e ao petróleo, seja pela cessão onerosa ou pela provável distribuição dos royalties do pré-sal, após o julgamento final de recurso contra liminar da ministra Cármem Lúcia pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Wellington Dias aguarda a aprovação do programa no Congresso Nacional nos próximos dias. “O banco está animado com a proposta do Piauí. Temos todos os dados necessários por parte do Governo do Estado, um dos quatro projetos mais avançados e, após a aprovação, que deve sair até o final da próxima semana, vamos estar autorizados a celebrar o contrato com o Banco Mundial, com aval da União”, pontuou o governador.

No encontro, o Banco Mundial também se colocou à disposição para assessorar o Piauí quanto ao equilíbrio fiscal e previdenciário, além de querer realizar um estudo sobre a evolução do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Piauí. “Nosso estado é um destaque no Brasil e no mundo pela forma acelerada de desenvolvimento humano. Por volta de 2003, saímos de um IDH muito baixo para alcançar hoje um IDH mediano e com expectativa de pular para o alto desenvolvimento em 2022. É uma experiência encontrada em poucas regiões e vamos documentá-la”, disse Wellington Dias.

Também foi pauta da reunião um novo projeto de lei, que será enviado para a Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), que visa colocar na ordem do dia uma forma segura e adequada para que a regularização fundiária no Piauí seja acelerada.

Autoria: Redação CCom

 

 


13 / 06 / 2019 - as 10:42

Uma adolescente de 17 anos foi baleada no Centro de Ensino Dep. José de Ribamar Elouf, no bairro Parque Alvorada, em TImon-MA, durante uma tentativa de assalto na noite desta quarta-feira (12). De acordo com a capitã Tyciane Ibiapina, Relações Públicas do 11º BPM, três suspeitos invadiram o colégio para tentar roubar a arma do vigilante.

"Três suspeitos pularam o muro da unidade escolar por volta das 20h. Foi uma tentativa de roubo a arma do vigilante. Na troca de tiros, uma adolescente foi baleada na perna. Três viaturas se deslocaram imediatamente ao local, mas os suspeitos se evadiram", disse a capitã.

O subcomandante do 11° BPM, major Yaslan Batista, informou que a jovem atingida é prima de uma aluna. A adolescente foi levada para a UPA e, em seguida, para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), sem risco de morte. 

cidadeverde

 



PUBLICIDADE